• Da redação

Águas de Holambra participa do 3º Encontro de Municípios de São Paulo

Equipe técnica da empresa realizou exposições e esclareceu  dúvidas do setor


Nessa semana, Holambra recebeu a 3ª edição do Encontro de Municípios de Pequeno Porte do Estado de São Paulo, com o objetivo de estreitar as relações e facilitar a apresentação de projetos de desenvolvimento e demandas das cidades junto aos órgãos competentes. A iniciativa, foi direcionada exclusivamente aos prefeitos, secretários, ministros e demais autoridades da esfera estadual e federal. Além disso, o evento contou também com a participação da concessionária Águas de Holambra, que promoveu atividades simultâneas ao encontro.



Na edição promovida pela Associação dos Municípios de Pequeno Porte do Estado de São Paulo – Amppesp, Águas de Holambra expôs com um stand, com um banheiro itinerante, que tem como objetivo orientar sobre o uso correto da rede coletora de esgoto. O espaço contemplou também a exibição do funcionamento do Georadar e de parte da estrutura tecnológica do Centro de Controle de Operações (CCO), que apresenta toda composição e operação do sistema de abastecimento e de esgotamento sanitário do município e demonstração da efetividade dos tratamentos com a exibição de um laboratório. Além disso, as equipes técnicas de Responsabilidade Social e de Operações estiveram no stand para esclarecer as dúvidas e fornecer informações específicas dos setores.



 “Apesar das discussões relacionadas ao saneamento terem ganhado evidência nos últimos tempos, com a votação da MP 868/2018, é importante abordar, sempre que necessário, as alternativas disponíveis para o avanço e aceleramento dos investimentos no setor. Por isso, acreditamos que nossa participação no evento é relevante, para mostrar que as iniciativas implementadas em Holambra são possíveis e podem ser replicadas em outros municípios”, ressalta Fábio Arruda, diretor executivo da Águas de Holambra.

 De acordo com o prefeito de Holambra, Fernando de Godoy, o evento é uma importante oportunidade de apresentar iniciativas que deram certo e discutir projetos que podem ser replicados em outros municípios de pequeno porte, como a questão do saneamento, que hoje, é um exemplo de gestão bem-sucedida na cidade.

 “Aqui temos municípios abaixo de 50 mil habitantes, o que é um importante espaço para mostrar os projetos desenvolvidos. No que diz respeito a questão do saneamento, a importância de trazer empresas que tenham know how no setor, vejo com bons olhos e acredito que é uma maneira de resolver esse grave problema do Brasil, que tem previsão de alcançar a universalização somente em 2040 e nesse ritmo não sei se o país consegue. Então se pensarmos nessa situação, Holambra está mais de 20 anos à frente do cenário nacional. Demos esse passo e foi um avanço consciente. Nós acertamos, pois hoje temos captação, distribuição e tratamento de água e na questão do esgoto, fechamos praticamente em 100%”, destaca Godoy.



Créditos: Assessoria de Comunicação / Divulgação

0 visualização