• Da redação

Gratuidade do transporte público em Holambra facilita deslocamento da população


Instituído há mais de uma década, transporte circular gratuito continua beneficiando moradores e visitantes da cidade


Já faz mais de 10 anos que a população holambrense pode contar com o benefício da gratuidade do transporte público na cidade.

O projeto de slogan “Só Holambra Tem! Ônibus de Graça” foi instituído pela prefeitura municipal há mais de uma década e é vigente até os dias de hoje. Em entrevista ao site do Jornal da Cidade, o diretor do Departamento de Transporte de Holambra, José Marcos de Souza (Tatu), que conhece bem o serviço como morador e ex-vereador, ressaltou a decisão da prefeitura em instituir o transporte público gratuito para a população da cidade e seus visitantes.

“A Prefeitura investe e se empenha, mesmo diante de tantas dificuldades financeiras, para garantir que o transporte circular, que é gratuito há mais de uma década, permaneça livre de tarifas e sem custos à população holambrense. Holambra, é importante ressaltar, caminha na contramão da grande maioria dos municípios paulistas, que cobram cada vez mais caro por esse serviço, garantindo a todos os moradores e visitantes, sem exceção, a oportunidade de transitar livremente pela cidade para estudar, trabalhar, fazer compras e passear”, disse o diretor. Nossa reportagem foi checar onde o ônibus circular municipal é oferecido gratuitamente e apurou o seguinte:

O Brasil possui atualmente 5.570 municípios. Segundo pesquisa realizada em janeiro de 2016, pelo site Estadão (do jornal "O Estado de São Paulo), apenas outras 12 cidades oferecem transporte público gratuito: no Rio de Janeiro, Maricá foi a primeira cidade a adotar a tarifa zero no transporte público, sendo seguida por Silva Jardim e Porto Real. No estado de São Paulo São Paulo, além de Holambra, a gratuidade na tarifa vigora em Agudos, Paulínia e Potirendaba. Em Goiás, apenas na cidade de Anicuns. Os demais estados e cidades onde a medida é aplicada são: Ceará: Eusébio; Paraná: Pitanga e Ivaiporã; Minas Gerais: Muzambinho e Monte Carmelo.

O site do Jornal da Cidade também conversou com alguns moradores e todos demonstraram apreço pelo serviço, ressaltando sua importância.

O transporte gratuito facilitou muito minha vida, principalmente porque eu utilizo bastante. Eu não dirijo e meus filhos trabalham, então para mim, que sou costureira por exemplo, vim aqui na cidade hoje apenas para buscar acessórios e ao invés de vir andando, venho com ônibus gratuito. E a qualidade dos ônibus também é boa. Quando meus parentes vem me visitar e digo a eles para irmos ao centro de ônibus, eles se surpreendem ao saber que aqui o ônibus é gratuito", revela a morada do bairro Imigrantes Maria Conceição de Oliveira (com a filha, na foto abaixo), que mora em Holambra há 19 anos.


Alguns moradores destacaram apenas um problema: a Prefeitura deveria oferecer mais opções de horário de ônibus para os bairros Fundão e Camanducaia, localidades mais afastadas do centro e que possuem poucos horários.

A motorista Elaine Karine Todero, que há 1 ano e meio trabalha em uma das linhas municipais, também ressalta a importância do transporte gratuito mas relata uma certa dificuldade em relação aos pontos de parada.

"O transporte gratuito iniciou em 1993 e até hoje é muito bom para os cidadãos que o utilizam. Eles podem ir para todos os bairros da cidade. No meu caso, algumas dificuldades que tenho é dirigir um ônibus de porte menor e a não-padronização dos pontos de parada, pois é complicado ter que realizar várias paradas próximas uma da outra. Essas mudanças, se ocorressem, melhorariam ainda mais o transporte" , opina Karine (foto abaixo).


A diretoria do Departamento de Transporte de Holambra afirmou que não há previsão de mudanças em relação a esse benefício, mas que sua continuidade para atender aos moradores é garantida.

#Holambra #Transporte #Gratuito #TransportePúblico #Moradores #Ônibus #JornaldaCidade #Departamentodetransporte #Fundão #Camanducaia #holambrense

148 visualizações