• Da redação

Equipes de Holambra se destacam e levantam a taça na Copinha


Pérola Negra e Holambra Centro soltaram o grito de "É campeão!"; João Paulo, ex-jogador de Guarani e Bari, da Itália, foi a ilustre presença nas finais


Equipe do Holambra campeã da categoria Sub-15 (Foto: (AI/Pref. de Holambra)

Na manhã deste sábado (15 de julho), os jovens talentos do Guarani, Pérola Negra, Holambra e Bola de Ouro deram um show de bola no Estádio Municipal Zeno Capato pelas finais da 10ª Copinha de Futebol de Base, promovida pela Prefeitura da Cidade das Flores.

Esta é a segunda edição realizada em 2017 e as equipes holambrenses se destacaram em todas as fases da competição. Em entrevista ao site do Jornal da Cidade, o diretor municipal de esportes, José Roberto Maganha Junior, enfatizou a dedicação das equipes da cidade e ressaltou a importância do campeonato para os jovens jogadores.

"A importância da Copinha, tanto para os atletas holambrenses quanto para os convidados, é o fato de poderem mostrar na prática tudo o que eles treinaram durante o ano, todas as técnicas e todos os aprendizados adquiridos durante os treinamentos. Este ano Holambra se destacou em todas as categorias (Sub-11, Sub-13 e Sub-15). Vale também ressaltar que, de forma inédita a Copinha está tendo a segunda edição no mesmo ano. Pretendemos continuar com este projeto, realizando o campeonato nas férias de janeiro e de julho", afirmou.

O ex-jogador e ídolo da equipe bugrina João Paulo, também marcou presença no evento pela segunda vez. João Paulo iniciou sua carreira como ponta esquerda no Guarani Futebol Clube, em Campinas, no começo dos anos 80, ajudando o Bugre a conquistar o título de Vice-campeão Brasileiro de 1986. Habilidoso, João Paulo também defendeu o Bari, da Itália, entre 1988 e 1993, sendo considerado, em 1990, o melhor jogador estrangeiro do país. O ex-jogador ainda atuou pelo Vasco da Gama, Goiás, Corinthians, Ponte Preta, Paulista de Jundiaí, Bahia e União São João, entre outras equipes.

João também defendeu a Seleção Brasileira na Copa América de 1991. "Ressalto a importância da presença do ex-jogador do Guarani, João Paulo, considerado melhor jogador internacional na Itália em 1990 e que novamente veio abrilhantar nosso evento", disse Maganha Júnior.

Em entrevista ao site do JC, João Paulo ressaltou a importância do evento para todos os jogadores que almejam uma carreira e e enalteceu a organização do evento e a infraestrutura oferecida pela Prefeitura na Copinha das categorias de base.

"Sempre, quando tenho oportunidade, acompanho o Guarani nos campeonatos. Também realizo um trabalho pelo Guarani observando jogadores para levar à base do clube. O campeonato é onde os jogadores buscam aparecer e inclusive em finais, há muitos olheiros. Na minha época não havia essas oportunidades. A infraestrutura do estádio também está ótima! Estive presente na inauguração dos refletores, o campo está muito bom e o legal é que foi organizado um campeonato só para Escolinhas, oferecendo ainda mais emoção e promovendo jogos equilibrados como os de hoje, nas finais", afirmou João Paulo.


Ao centro, ídolo bugrino João Paulo, à esquerda o vereador Lucas Simioni e à direita o diretor de esportes José Roberto Maganha Junior. (Foto: Maria Elisa Moraes/Site JC)

JOGOS

O primeiro jogo das finais, iniciado às 8h35, foi entre Pérola Negra e Guarani, pela categoria Sub-13. A partida foi muito disputada e terminou com o placar de 1 a 1 no tempo normal. A decisão foi então para os pênaltis. O Guarani levou a melhor na disputa, vencendo por 5 a 4, conquistando a taça de campeão da categoria sub-13 do campeonato. A equipe do Pérola Negra conquistou o troféu de vice-campeão.


Jogadores do Pérola Negra e do Guarani (Sub-13 ) em disputa de bola. (Foto: Maria Elisa Moraes/Site JC)

Pérola Negra e Guarani novamente se enfrentaram na decisão do campeonato, pela categoria Sub-11. A partida também foi marcada pela intensidade e vontade dos jogadores em campo. Desta vez a equipe pedreirense-holambrense levou a melhor, vencendo os bugrinos por 1 a 0 no tempo normal e conquistando o título.


Jogadores do Sub-11 do Pérola Negra e do Guarani em campo. (Foto: Maria Elisa Moraes/Site JC)

O último jogo foi entre Holambra (Centro) e Bola de Ouro, pela categoria Sub-15. A partida foi marcada pela quantidade de gols marcados pelo Holambra e a qualidade apresentada pelo time no sistema defensivo. Novamente, a equipe holambrense levou a melhor e acabou goleando a equipe de Hortolândia por 4 a 0, tornando-se a mais nova campeã da categoria.


Lance da partida decisiva no Sub-15, entre Holambra e Bola de Ouro . (Foto: AI/Pref. de Holambra)

No total, as equipes Pérola Negra e Holambra conquistaram 3 troféus cada: 2 como campeão e 1 como vice-campeão da 10ª Copinha (conquistado pela equipe Sub-13 do Pérola Negra). O diretor de Esportes também agradeceu a presença das autoridades presentes e o apoio recebido da Prefeitura de Holambra, além das famílias dos jogadores, que estiveram no Estádio Zeno Capato prestigiando o evento, considerado um sucesso.

"Gostaria de agradecer a presença das autoridades e o grande incentivo oferecido pelos mesmos para que o evento fosse realizado. Gostaria também de agradecer o apoio das famílias que também colaboraram para que o evento fosse um sucesso.", disse Maganha Junior. Confira abaixo, flagrantes da grande festa esportiva da garotada. - (Fotos: AI/Prefeitura de Holambra)

#FuteboldeBase #Futebol #CopinhaemHolambra #Copinha #Holambra #Jovenstalentos #Campeões #Resultados #JornaldaCidade #JCHolambra #Esportes

14 visualizações