• Da redação

Sabor escandinavo: Sopa de peixe!


Numa semana marcada principalmente pelo fator meteorológico, onde uma frente fria de proporções glaciais trouxe uma abrupta queda de temperatura que deixou muita gente, literalmente, a tremer de frio, pois a troca se deu em questão de minutos, a coluna segue sua proposta de viagem doméstica, levando seus leitores para um passeio ao gelado e intrigante mundo escandinavo.


Ironicamente, enquanto por aqui tiritamos de frio, este lado branco de neve e com ventos gelados constantes, perdido neste imenso mundo, vivencia o seu fugaz verão, onde um calor tímido adquire proporções gigantescas e leva este povo do frio a usufruir do curto período com a mesma intensidade com que sopram seus ventos.

Ventos estes tão característicos que levaram este povo cercado pelo gelado mar do Norte, em tempos idos, a navegar de forma ainda bastante primitiva, através de seus antepassados Vikings, e a compartilhar tradições milenares que ainda hoje estão presentes na cultura e na gastronomia moderna.

Esta região de cultura rica e dinâmica, composta pela Dinamarca, Finlândia, Noruega e Suécia, conhecida como Escandinávia, fica na região Norte da Europa e é forte e constantemente marcada pelo frio. E apesar de marcar as nossas memórias pelas renas, neves eternas e o papai Noel, vai muito além disto.

A diversidade gastronômica da Escandinávia é ampla e remonta ao tempo dos Vikings, pois quando estes homens voltavam de suas sangrentas guerras e de suas conquistas territoriais, eram recebidos em suas aldeias com festa e mesa farta.

Como esta região da Europa do Norte é cercada por muita água, o mar tem um papel importante e de destaque, dentro desta cultura gastronômica e para aproveitar este final de semana de inverno no carinho da família e no calor do lar, a coluna sugere esta sopa de peixe à moda do extremo norte do hemisfério, para encantar o paladar do inverno no hemisfério sul.

INGREDIENTES:

600 gramas de filé de salmão sem pele e cortado em cubos

4 batatas, descascadas e cortadas em cubos

5 grãos de pimenta-do-reino preta

5 grãos de pimenta-do-reino branca

2 cebolas cortadas em gomos

200 ml de creme de leite fresco

2 talos de endro picados

50 g de manteiga sem sal

4 talos de endro (para decorar)

1 ½ Litro de água filtrada

Sal a gosto, ou 1 colher de sopa rasa

PREPARO:

Lave uma panela ao fogo médio com a água, o sal, as pimentas em grão, as cebolas e as batatas. Deixe Cozinhar por cerca de 20 minutos. Depois, junte os cubos de peixe, o creme de leite e o endro picado. Cozinhe por 5 minutos e, por último, acrescente a manteiga.

Deixe no fogo por mais 2 minutos e sirva a sopa quente, decorada com os talos frescos de endro.

RENDIMENTO: 4 Porções!

ACOMPANHAMENTO: Pães, torradas, manteiga e tábua de queijos.

Os escandinavos comem esta sopa com pão de centeio. Para beber, vinho!

DICA: A receita original escandinava utiliza o salmão, nesta sopa, pois sua gordura cria uma textura perfeita para o caldo, mas este peixe pode tranquilamente ser substituído, por qualquer outro filé de peixe. Sugiro: cação!

Saliento a importância do endro, ou funcho, no preparo desta receita, pois a harmonia desta erva com o peixe, resulta num casamento perfeito.

NOTA: Muito apreciado e utilizado em vários preparos da cozinha escandinava, o endro é originário da Ásia e cresce espontaneamente em climas temperados.

Já era muito utilizado pelos romanos, pois acreditavam que ele conferia força física aos soldados do exército.

Apesar de ser pouco conhecida, em relação a outras plantas aromáticas, esta erva, de sabor similar ao do anis, porém com um toque de limão, pode ser usada na cozinha para condimentar os pratos, além de possuir propriedades benéficas.

  • O endro facilita o processo de digestão e auxilia na eliminação das flatulências e gases do intestino e também atua como um poderoso diurético.


170 visualizações