• Da redação

Vítimas de furto no caso "Harley-Davidson" retiram seus pertences na delegacia de Holambr


Vítimas que reconhecerem algum pertence pessoal podem retirá-los na Delegacia de Holambra.


Pertences recuperados (na foto, parte deles) já podem ser retirados na Delegacia Municipal. (Foto: Helga Vilela/Jornal da Cidade)

As Vítimas de furto das motos Harley-Davidson, ocorridos recentemente na região, vêm comparecendo à Delegacia de Polícia de Holambra para retirar os pertences que foram localizados e recuperados durante a investigação do crime. Nesta segunda-feira, 24 de julho, a Polícia Civil da cidade, juntamente com a Guarda Civil Municipal de Artur Nogueira, solucionou os crimes de furtos à motos luxuosas que vinham ocorrendo na região. Um suspeito foi encontrado e preso na cidade em que morava, Artur Nogueira, enquanto dirigia um carro clonado.

O morador foi identificado através de câmeras de monitoramento da vizinha Jaguariúna, após realizar um novo furto no último domingo, dia 23. Após a apreensão a policia encontrou também alguns pertences como capacetes, roupas e acessórios motociclísticos, muitos de alto valor, que estavam em poder desse morador de Artur Nogueira.

O casal Gilmar Eustáquio Pimenta e Regina Divina Pimenta, vieram de Campo Belo (MG), para recuperar alguns pertences. A moto de Gilmar, uma Harley-Davidson Electra Glide Classic, ano 2008, foi furtada há aproximadamente quatro meses, durante um encontro de motociclistas realizado na cidade mineira de Cláudio.

Em depoimento ao site do Jornal da Cidade, o casal contou sobre o dia do furto e revelou ter reconhecido os objetos através de um amigo, que faz parte do mesmo grupo de motoqueiros, que lhes mostrou a foto divulgada com os pertences recuperados pela polícia.

Chegamos no encontro, tiramos uma foto na moto e em seguida fomos com nossos amigos fazer uma nova fotografia. Quando retornamos, a moto já havia sido levada. Quando ficamos sabendo que encontraram o suspeito e vimos sua foto, um de nosso amigos o reconheceu no encontro e disse que ele estava ao lado de nossa moto pouco antes de ela ser furtada. Hoje (26/07) viemos à delegacia para fazer o reconhecimento de alguns objetos e para nos informarmos sobre o que podemos fazer e no que podemos ajudar, pois ainda temos esperanças de recuperar nossa moto. Até acreditamos que uma das motos encontradas possa ser a nossa, porém, como teve alteração de chassis e peças, ainda é preciso aguardar a investigação", disse Regina.

O casal recuperou uma jaqueta de couro artesanal, que pertencia a uma amiga e dois capacetes, sendo um da marca Pells, utilizado por Regina, e outro "coquinho", utilizado por Gilmar para circular na cidade onde residem, além de uma bandeira, exclusiva para o modelo da motocicleta. O manual da moto também foi encontrado, porém, ficou sob custódia da Policia Civil de Holambra para colaborar nas investigações, visto que possui em anexo a nota fiscal.


Alguns dos capacetes recuperados pela polícia. (Foto: Helga Vilela/Jornal da Cidade)

José Roberto Ruiz, morador de São Carlos (SP), também teve sua motocicleta Harley-Davidson Fat Boy 2009 furtada em agosto de 2016, durante um encontro de motociclistas que ocorria em Araras (SP), no Parque Ecológico. Em entrevista ao site do JC, José Roberto contou como a moto foi furtada e afirmou que reconheceu a placa numa postagem que um amigo fez no Facebook, onde falava sobre a prisão do suspeito em Jaguariúna.

"Eu e meu amigo estávamos dando uma volta durante o encontro e, como de costume ele foi dar uma olhada em nossas motos, que por ventura eram iguais. Quando ele retornou, veio a surpresa: minha moto não estava mais lá. Ele até me perguntou se eu havia mexido na moto, o que não ocorreu. Fiquei sem chão, não estava acreditando, pois batalhamos tanto para ter uma moto como essa, que é como se fosse uma Ferrari para os que gostam de carros, e de repente ela ser levada assim. Após reconhecer a placa na foto divulgada, liguei na delegacia de minha cidade e posteriormente na de Holambra. Hoje (26/07) fui até lá com esperança de recuperar algum pertence, o que infelizmente não ocorreu", disse José.

No bagageiro da moto de José Roberto havia roupas, seu capacete, uma jaqueta impermeável e dois óculos de marca. Nenhum destes pertences foi recuperado até o momento. Segundo ele, o prejuízo financeiro que teve com a perda da moto e dos pertences pessoais soma cerca de R$ 50 mil.


Placas recuperadas com o suspeito, morador de Artur nogueira. (Foto: Helga Vilela/Jornal da Cidade)

Apesar do transtorno os motociclistas ainda alimentam esperanças de recuperar as motos e destacaram o trabalho realizado pela Polícia Civil de Holambra, agradecendo pela atenção e dedicação nos serviços prestados às vítimas e na solução dos crimes. "A polícia está de parabéns. Fomos muito bem atendidos e a eficiência no trabalho realizado para solucionar estes furtos foi sensacional.", afirmou Regina.

"Agradeço o trabalho de polícia e os parabenizo pela dedicação e empenho para solucionar os crimes. Acredito que, conforme as coisas forem sendo descobertas, poderei recuperar minha moto futuramente", concluiu José Roberto.

A Delegada de Holambra, Juliana Belinatti Menardo, afirma que o caso dos furtos foi solucionado e que as atenções se concentram agora em devolver os pertences e atender as vítimas do caso Harley-Davidson. A documentação do inquérito também está sendo enviada às delegacias das cidades nas quais a vítimas residiam para que, surgindo informações sobre as motocicletas ainda não recuperadas se possa investigar o paradeiro e se possível realizar a devolução a seus proprietários.

A Delegacia de Holambra está disponível para informações e devolução de pertences mediante hora marcada. As vítimas podem entrar em contato pelo telefone: (19) 3802-1677 - Delegacia de Holambra - e agendar um horário para fazer a retirada dos objetos recuperados.

#CasoHarleyDavidson #Motos #Furtos #FurtodeMotos #Holambra #PoliciaCivil #GuardaMunicipal #ArturNogueira #Pertences #Recuperação #DelegaciadeHolambra

53 visualizações