• Da redação

Simples, barato e substancioso: caldo concentrado de pé de galinha (geleia)!


Vivemos numa época de intensas transformações e modificações de verdades e valores sacramentados. Este fenômeno é global e muito alicerçado no desenvolvimento tecnológico rápido e de grande abrangência das redes sociais.

Tudo vem à tona com enorme rapidez, se propaga com incrível velocidade e na sua grande maioria tem passagem fugaz.

Mas algumas coisas, normalmente as mais relevantes, não comungam do caráter passageiro e se fixam no imaginário e nos hábitos por mais tempo. Isto pode significar algo positivo, como também pode assumir um caráter perigoso, pois como a abrangência das informações pela rede tem dinâmica muito rápida e ampla, vale a pena estar sempre com a vigilância em estado de alerta.

Explico: nunca se falou tanto em saúde, alimentação funcional e seus desdobramentos, e é exatamente aí que reside o perigo, pois muitas pessoas acabam pecando pela credulidade e viram cobaias de experimentos questionáveis, seguindo dietas e tomando suplementos vitamínicos sem a devida orientação profissional, o que acaba acarretando os mais diversos tipos de efeitos colaterais.

Uma destas modas atuais está nos benefícios inquestionáveis da ingestão de colágeno, que vem propagandeado com grande alarde pelas empresas envolvidas no seu preparo, porém com o senão deste produto ter um preço bastante elevado e levar muita gente, num arroubo, a adquirir, gerando um déficit no orçamento doméstico.

Ingerir colágeno é ótimo e traz muitos benefícios, o que não é necessário é gastar exageros para adquirir o produto, pois a maneira mais concentrada de utilizá-lo, tem solução muito barata, é de fácil preparo e deveria ser utilizada por todos no seu dia a dia.

Classificada como suplemento alimentar, o caldo concentrado de pé de galinha, que depois de pronto se transforma em uma geleia gelatinosa, traz inúmeros benefícios ao nosso organismo por ser uma fonte de colágeno puro. O colágeno é uma proteína que ajuda na regeneração e cicatrização dos tecidos celulares, combatendo a flacidez cutânea e muscular, fortalecendo as unhas e cabelos, além de ser uma excelente substância para todas as articulações.


Ele ajuda, efetivamente, a prevenir o aparecimento da osteoporose, muito comum na menopausa feminina e com sequelas que prejudicam a qualidade de vida. Essa receita poderosa e ancestral que a coluna publica esta semana, além de seus inúmeros benefícios confere sabor e um toque especial a uma infinidade enorme de pratos, podendo ser utilizada das mais diversas formas na cozinha do dia a dia.

Também pode ser usada no preparo de pratos mais sofisticados, agregando um sabor único e diferenciado, coisa que só a simplicidade tem o poder de alcançar.

Além do colágeno concentrado do pé de galinha, essa receita utiliza a cúrcuma e a cebola com casca, que tem grande propriedade anti-inflamatória e que, além do sabor que agregam, potencializam ainda mais a terapêutica.

INGREDIENTES:

1 kg de pés de galinha (retirar as unhas e lavar bem)

50 de cúrcuma em pó ou 100 grs. do rizoma ralado (eu prefiro usar este, pela segurança da pureza)

1 Colher sopa de sal (atua como conservante)

2 cebolas inteiras com as cascas (retire as pontas)

PREPARO:

Corte em 3 pedaços cada pé de galinha. Coloque na panela de pressão e acrescente todos os demais ingredientes;

Junte então a água filtrada (4 dedos acima do conteúdo) e leve ao fogo alto até iniciar a pressão.

Abaixe o fogo e deixe cozinhar por 90 minutos (1 hora e meia). Desligue, aguarde sair a pressão, deixe esfriar um pouco, coe e bata no liquidificador. Reserve o caldo para outros usos culinários.

Coe de preferência em peneira de alumínio (evite sempre o plástico) e descarte o resíduo (que é mínimo). Ficará um líquido grosso, como se fosse uma sopa. Transfira para potinhos de vidro. Guarde no congelador (por até 6 meses).

Na geladeira se conserva por uma semana.

RENDIMENTO: 2 Potes de vidro pequenos.

ACOMPANHAMENTO: Sopas, arroz, ensopado de legumes e carnes.

DICA: O ideal para o preparo desta receita é utilizar pés de galinha caipira, pois são mais saudáveis. Basta observar nas estradas, aquelas placas de "Vende-se galinha caipira" e dar uma parada, pois os pés normalmente são dispensados e jogados aos cachorros.

DETALHE: Colocar uma colher de sopa da geleia no preparo dos pratos. O ideal de consumo diário são 2 colheres de sopa: 1 colher no almoço e outra no jantar.

NOTA: Nos países orientais os pés de galinha são amplamente consumidos, principalmente pelos chineses. A longevidade dos povos destes países com alta qualidade de vida é conhecida e admirada pelos povos do Ocidente. Faça parte deste time!

#Pédegalinhacaldo #Colágeno #Saúde #Alimentação #Suplementoalimentar #Feitoemcasa

0 visualização