• Da redação

Museu de Holambra servirá café com receitas tradicionais a partir de 12 de outubro


Além do tradicional café da manhã, grupos também poderão optar pelo sistema de buffet.


Museu de Holambra servirá café com receitas tradicionais a partir do dia 12 de outubro - Jornal da Cidade - JC Holambra

Comissão do museu com Mariana. (Foto: Helga Vilela/Jornal da Cidade)

Partindo de um princípio nomeado como resgate gastronômico, o Museu Histórico e Cultural de Holambra passa a contar, a partir do feriado do dia 12 de outubro, com mais um atrativo para seus visitantes: o Café do Museu.

A iniciativa é uma parceria do museu com a ‘De Keuken – gastronomia das flores’ e, segundo Jan Eltink, integrante da Comissão que administra o local, concretiza uma proposta antiga de seus integrantes: tornar o espaço ainda mais aconchegante para os visitantes, que terão a oportunidade de saborear um café típico enquanto conhecem um pouco mais da história de Holambra e da imigração holandesa.

A chef confeiteira com especialização em panificação artesanal, Mariana Lapeiz, é quem está à frente da ‘De Keuken’ (a cozinha, em holandês) está. Segundo Mariana, o café será servido nos dias de funcionamento do museu – aos sábados, domingos e feriados – e o cardápio foi montado através da colaboração dos integrantes da comissão, os quais resgataram receitas antigas holandesas junto às suas famílias e amigos. Há também a opção de agendamento para grupos nos demais dias da semana, sob atendimento em conjunto com a comissão do museu.

Para grupos

O Café do Museu integrará o roteiro turístico de Holambra e será mais um atrativo para as agências de turismo receptivo. Para os grupos de turistas (acima de 10 pessoas) será oferecida a tradicional koffietafel, que se traduz por “uma boa mesa de café”. E pode ser degustada em qualquer momento do dia, em sistema de buffet.

Os visitantes poderão optar por uma das três mesas de café – que levam nomes das flores Orquídea, Gérbera e Petúnia – que se diferenciam pela variedade de itens. Todas contam com pão artesanal, bolo, café, leite e frios. Orquídea e Gérberas têm uma quantidade maior de produtos, além das flores comestíveis. Mix de pães artesanais e com levain (fermentação natural), torta de maçã, waffle, canjica a até arroz doce são alguns dos itens que compõem as mesas de café.

De acordo com Mariana, tais mesas serão montadas apenas para grupos agendados. Para os demais visitantes a chef preparou um cardápio recheado de opções (à la carte) e as flores não ficaram de fora. Ela só lembrou que alguns pratos serão disponíveis conforme a estação do ano – obedecendo a sazonalidade da colheita de algumas flores, como calda de hibisco, lavanda e até flor de manjericão.

“As flores estão presentes in natura no cardápio à la carte”, disse, ao citar que grandes centros e grandes chefs valorizam e utilizam flores comestíveis e Holambra, a Capital das Flores, vai entrar neste cenário.

Mesa para todos

Mariana adiantou que em datas específicas oferecerá a mesa de café para todos os visitantes (mediante reserva antecipada). Nos demais dias, seguirá o cardápio.

Serviço

O museu abre aos sábados, domingos e feriados (inclusive nos prolongados) das 10h às 17h. Agendamento e mais informações: (19) 99313-5114.

#MuseuHistóricoeCultural #Holambra #CapitaldasFlores #Gastronomia #Cafédamanhã #Turismo #DeKeukengastronomiadasflores

30 visualizações0 comentário