• Da redação

Gato é retirado de motor de carro na Rota dos Imigrantes e “dá baile” antes de ser salvo


Bichano estava escondido no motor de um veículo Fiat e deu muito trabalho para ser resgatado; salvamento mobilizou várias pessoas e o site JC traz os detalhes.

Imagine a cena: manhã de sexta-feira, 6 de outubro, no centro de Holambra, um miado incessante era ouvido entre os carros estacionados nas vagas de 45º da Avenida Rota dos Imigrantes, em frente à galeria Hulshof, e se perdia entre o burburinho das lojas e o barulhos dos carros e pedestres.

O miado chamou atenção dos funcionários de uma das lojas, que procuraram saber onde estava o gato. Era um filhote que se escondia dentro do motor de um veículo Fiat, com placas de Campinas. Assustado, o animalzinho se recusava a sair do abrigo improvisado. Então, o jeito era tirá-lo de lá.

Teve início, então, um verdadeiro mutirão de voluntários para o salvamento. As pessoas passavam nas lojas e queriam saber quem era o dono do carro, para abrir o capô e tirar o bichano de lá. A busca deu certo e a proprietária foi localizada.

Era Vera, professora da Escola Estadual Ibrantina Cardona, que estava em sala de aula com seus alunos. Surpresa, ela compareceu ao local onde tinha deixado o carro e constatou que o gato se escondia dentro do para-choque e não arredava pé de lá. Não se sabe se o bichano entrou no carro ainda em Campinas ou em Holambra mesmo.


Numa das tentativas de salvar o animal, GMs tentam tirar o gato pela parte de baixo do veículo: história teve final feliz, mas retirada só foi possível em oficina mecânica.

A Guarda Municipal foi acionada e dois GMs da Romu (Ronda Ostensiva Municipal) se dedicaram à tarefa de tentar tirar o animal do esconderijo e socorrê-lo. Nada feito. Apesar das tentativas e da torcida da plateia ao redor, o gato continuou lá. O jeito foi levar o veículo a uma oficina mecânica, onde o profissional utilizou suas ferramentas e desmontou o para-choque. Foi quando o gatinho pode se ver livre.

Assunto resolvido com final feliz? Era pra ser, mas o gato se mostrou mais arisco do que aparentava e fugiu em desabalada carreira, indo se esconder em outros três veículos. Em dois deles foi retirado após os donos abrirem o capô. Na foto, o gatinho aparece nas mãos do GM Menezes, que acompanhou e participou do processo de captura ao lado de seu colega de corporação. Nesse caso, mais um ponto positivo pra GM, que já tem boa imagem junto à população.

Resumo da história: na terceira vez em que o gato fugiu, se escondeu sobre a roda de outro carro e foi retirado com certa facilidade. Assustado, o animalzinho se debateu bastante e até arranhou uma das mãos de nossa colega Sílvia Cahen, diretora administrativa do JC Holambra, que havia se juntado ao grupo para ajudar a salvar o bichano.

O gatinho foi devidamente acolhido e agasalhado pela proprietária da Vidraçaria Santana, Sra. Luciana, que se comprometeu a dar a ele um lar temporário até que apareça alguém que possa adotá-lo. Alguém se habilita?

Fotos: Sílvia Cahen - JC Holambra

#Salvamento #Gatonomotor #RotadosImigrantes #Centro #Holambra #Proteçãoaosanimais

38 visualizações0 comentário