• Da redação

Refrescante e saudável: Tabule especial com chá de hortelã!


Realmente o verão este ano está todo assanhado e porque não dizer apressado, pois teima em reinar absoluto em plena estação das flores, cores e aromas: a primavera!

Para entrar no clima, do colorido e dos aromas, a coluna publica nesta semana, uma receita que vai refrescar os seus leitores, viajando pelo mundo mágico e aromático da ampla e variada cozinha árabe.

O calor forte pede pratos leves e nutritivos, pois comer comida pesada, com a temperatura elevada, vai nos deixar ainda mais prostrados, já que o processo de digestão fica mais lento, sem contar os danos causados a saúde, pois nossos órgãos precisam trabalhar na potência máxima para poder digerir.

Vamos então entrar no ritmo da leveza e encarar este verão precoce, com a cabeça erguida e a saúde protegida, preparando receitas leves, porém de sabor intenso, adaptando o cardápio, mas sem perder a qualidade do sabor e o prazer de comer.


A receita desta semana é uma mistura colorida, crocante e saborosa, com legumes, verduras e trigo. Apesar do nome pomposo, o tabule nada mais é do que a salada árabe e existem variações na maneira de faze-lo, visto que a cultura deste povo é muito grande e abrangente e cada país acrescenta algo peculiar a sua maneira de preparo.

Nesta receita especificamente vamos nos deter na forma de preparo do Líbano, país detentor de uma das culinárias mais ricas e saborosas do mundo. O tabule no Líbano, não leva muito trigo, ele é verde, leve e suave.

Esta é uma receita que não tem segredo e o preparo é muito rápido, além de ser deliciosa, perfeita para servir num jantar de uma noite quente, ou mesmo no almoço para compor com outros pratos.

Toda comida árabe tem muito legume, portanto quem está seguindo uma dieta, pode comer à vontade e quem quer seguir mantendo a boa forma também.

No Brasil costuma se preparar vários pratos para uma refeição, resquícios de nossa abundância agrícola e também das colonizações, já na cultura árabe prepara se somente, um ou dois pratos e costuma ser uma refeição ótima, completa e balanceada.

Viva a diversidade cultural!

INGREDIENTES:

1 maço de salsa ½ maço de cebolinha 1 maço pequeno de hortelã (somente as folhas) 1 Xícara de trigo para quibe, ou triguilho

2 Xícaras de chá de hortelã

1 Cebola 6 Tomates picados, ou ½ Kg de tomate cereja

1 Pepino grande cortado em cubos pequenos 1 limão

1 Cabeça de alface americana ou lisa

6 Colheres sopa de Azeite

Sal e Pimenta a gosto

PREPARO:

Lave muito bem todas as folhas e higienize-as. Depois de picar bem a cebola, a salsa, a cebolinha e a hortelã, deixe-as sobre um papel toalha por um tempo. Elas precisam estar bem secas.

Pique também os tomates e o pepino e reserve. Se optar pelo tomate cereja, pode colocar inteiro.

Enquanto o papel toalha absorve o sumo dos ingredientes, aproveite o tempo e prepare o trigo.

Coloque 2 das colheres do azeite em uma frigideira antiaderente e dê uma leve refogada no trigo. Em seguida acrescente as duas xícaras de chá de hortelã (pode retirar algumas folhas do maço e preparar o chá) e assim que evaporar todo o líquido, desligue o fogo, tampe a frigideira e deixe descansando por 20 minutos, para acabar de hidratar.

Este preparo com o chá é o grande diferencial desta receita de tabule e dá um toque todo especial no sabor e no aroma, além de agregar o poder digestivo do chá. Nas receitas tradicionais, o trigo hidrata apenas na água e não é refogado.

Para finalizar o tabule, misture todos os ingredientes e acrescente o trigo. Tempere com o limão, sal, pimenta e o azeite restante, se quiser colocar mais, fica a gosto.

De uma boa e delicada misturada, forre uma travessa com as folhas de alface e distribua o tabule por cima.

RENDIMENTO: 6 Porções!

ACOMPANHAMENTO:

No almoço: arroz, feijão e alguma carne.

No jantar: pão (se usar o pão árabe, fica perfeito), manteiga, frios...

DICA: Os árabes tradicionalmente, dispensam os talheres e costumam comer com as mãos.

No caso do tabule a alface faz as vezes do prato: coloca se uma porção sobre a folha e come se desta maneira.

Para deixar o pepino mais suave, deixe de molho na água com 1 colher sobremesa de açúcar, por 10 minutos. Na sequência, escorra, lave e seque com papel toalha.

NOTA: No início desta semana, comemorou se um dos dias mais especiais do ano, relativo em importância ao dia das mães, pois os professores, de certa forma dão continuidade aos cuidados que estas genitoras, tem com os filhos.

Profissão de enorme grandeza e de suprema importância, fundamental para a existência humana e paradoxalmente tão aviltada, na sua enorme relevância.

A todos professores, estes grandes heróis do mundo, meu carinho e enorme admiração pelo seu dia e pela dignidade da sua profissão!

#Tabule #CozinhaÁrabe #Verão #Refrescância #Culinária #História #Líbano #Holambra #Chá

57 visualizações