• Da redação

Alunos da rede pública de ensino assistem à primeira sessão de espetáculo sobre sustentabilidade


Na tarde desta última terça-feira, 08 de novembro, cerca de 200 pessoas compareceram ao Centro de Cultura e Eventos para assistir a primeira apresentação da peça infantil “A Árvore da Vida”, que tem como tema a sustentabilidade. A peça conta sobre a aventura de um grupo de insetos que busca a cura para o local em que eles moram, a árvore da vida. Durante a procura questões importantes sobre preservação ambiental são trabalhadas com muito humor. Duas sessões marcaram a estreia em Holambra e outras três estão programadas para hoje (08/11)


Alunos de três escolas da rede pública municipal participaram da sessão de estreia que, segundo eles, foi de muita utilidade para o aprendizado. “Eu aprendi a valorizar as árvores. Tem que gastar menos água, não demorar no banho”, disse Cauã Silva Peres, de 9 anos, aluno da escola municipal Novo Florescer, do bairro Fundão.

Agnes Fernandes de Paula Vicente, de 10 anos, é aluna da escola Jardim das Primaveras e também prestigiou a apresentação e mostrou que a lição fora da sala de aula desta tarde foi assimilada: “Eu aprendi que é importante preservar a natureza, que não pode jogar lixo no rio. A gente mora nela e se não preservar ela fica poluída, o rio fica poluído e o ambiente vai ser todo contaminado. Aprendi muito sobre preservar o mundo”, afirmou a aluna.

“A gente tem que desligar os aparelhos eletrônicos e não gastar muita energia. Desligar o chuveiro quando está tomando banho, quando vai se ensaboar. Sem o meio ambiente a gente não consegue viver”, disse Mireli Ernesto Nogueira, de 10 anos, que frequenta a escola Recanto das Palmeiras, também na zona rural de Holambra.

“Falar sobre nosso meio ambiente com foco na sustentabilidade é um privilégio. Levar esse conteúdo é uma missão nossa, de todos que têm consciência da forma que cuidamos do nosso planeta”, afirmou o diretor do espetáculo Jorge Fantini, ao explicar sobre o objetivo da peça. “Se após ver nosso trabalho uma criança, jovem ou adulto pensar um pouco antes de jogar uma embalagem na rua já estaremos contribuindo para a preservação”.

O espetáculo chegou até a Cidade Das Flores através do Programa de Ação Cultural do Governo do Estado de São Paulo (ProAC) e tem patrocínio da Harald, apoio cultural da FMC e da Prefeitura de Holambra. A produção é assinada pela companhia teatral campineira Sia Santa.

“Esse tipo de iniciativa é muito importante pois auxilia a criança no seu crescimento cultural e na sua formação como indivíduo através de conhecimento e aprendizagem”, disse o diretor municipal de Educação, Amarildo Boer. Para Alessandra Caratti, diretora de Turismo e Cultura, a iniciativa alia lazer e ensino, além de proporcionar aos espectadores da cidade a oportunidade de assistir a um espetáculo teatral de alto nível.

Hoje, dia 8 de novembro, serão realizadas mais três apresentações gratuitas e abertas ao público: às 8h, às 10h e às 13h30. Vão ser disponibilizados 300 lugares em cada sessão. Senhas serão distribuídas 1 hora antes de cada apresentação. No total cerca de 800 alunos do 1º ao 5º ano das escolas municipais Jardim das Primaveras, Novo Florescer e Recanto das Palmeiras vão prestigiar o espetáculo.

Foto: Assessoria de Comunicação/Prefeitura Municipal.

#Holambra #Holambrenses #Rededeensinopúblico #Peçateatral #Sustentabilidade #CentrodeCulturaeEventos #AÁrvoredaVida

5 visualizações