• Da redação

Como colocar em prática as promessas de ano novo?


Psicóloga diz que o estabelecimento de metas é importante para expandir os próprios limites


Hoje é o último dia de 2017. Em algumas horas, chegará um ano novo. Provavelmente, nesses instantes finais, além das festas e comemorações, você esteja fazendo inúmeras promessas.

Enquanto os fogos clareiam os céus, promessas, como passar mais tempo com os amigos e com a família; praticar mais exercícios; perder peso e aprender algo novo, sempre aparece nas listas pessoais. Alguns ainda acrescentam economizar; ler mais livros e assistir menos tv; ir para a cama mais cedo e consumir menos bebidas alcoólicas e parar de fumar.

A psicóloga Winie Cayme comentou que o findar de um ano traz expectativas para um o novo ciclo que promete se iniciar. “Não é atoa que cantamos: adeus ano velho, feliz ano novo! Que tudo se realize, no ano que vai nascer...”, lembrou. Ela disse é comum que se faça uma retrospectiva nesta época, repensando o ano vivido, contabilizando conquistas e realizações alcançadas e projetando para o ano que se aproxima novos sonhos e metas almejadas. “Celebrar as vitórias é essencial para o fortalecimento da auto estima e da auto confiança. Quando comemoro minhas conquistas, posso me perceber como alguém capaz de realizar e vencer, mesmo em meio à dificuldades limitadoras, gerando a sensação de potência e energia para enfrentamento de novos desafios”.

De acordo com a psicóloga, quando alguém projeta novos sonhos e aspirações para o ano que se inicia, cria-se uma possibilidade de recomeçar, trazendo consigo esperança. “Ao refletirmos sobre nossas aspirações e desejos, temos a possibilidade de entrarmos em contato com nosso eu, em um processo de autoconhecimento e autodescoberta”.

No entanto, ela questiona o que fazer quando as resoluções feitas para o ano falham ou como agir quando as metas traçadas não puderam ser alcançadas? “Mantenha seus planos, mas vá com calma. As mudanças talvez aconteçam, mas isso não se dará de uma hora para outra. Elas acontecerão naturalmente em diversos pequenos momentos do dia-a-dia, em que você resolver escolher o que é certo, ao invés do que é fácil”.

A psicóloga observou que existe a necessidade de ser moderado nas cobranças pessoais. “Não importa se você falhou uma, duas ou vinte vezes. Mantenha-se positivo! Escolha acreditar que é possível, ao invés de duvidar. Enfrente seus medos! Afinal, como bem disse o filósofo Jean-Paul Sartre: ‘Não importa o que a vida fez de você, mas o que você faz com o que a vida fez de você’”.

Conforme salientou a psicóloga, independentemente do motivo que impediu ou dificultou a realização dos projetos, é importante a compreensão que sempre é possível recomeçar. “O ‘recalcular rota’ pode acontecer a qualquer instante. Quando me percebo e compreendo que tenho meu próprio tempo de realizar e ‘florir’, e respeito isso, propicio condições favoráveis para meu próprio desenvolvimento e crescimento”.

Wine explicou que o estabelecimento de metas é importante para expandir os próprios limites, ser flexível e permiti novos prazos, nos dar novas oportunidades. “Ao fazermos isso promovemos saúde emocional e equilíbrio. É dentro de cada um de nós que um ano novo se esconde e anseia por ser vivido!”.


Para Wine é importante a compreensão que sempre é possível recomeçar

#holambra #fimdeano #anonovo #segurança

0 visualização