• Da redação

Escola tem diploma validado por universidade americana



Nas escolas particulares, as aulas começam mais cedo. É o caso da São Paulo, que retornou as atividades hoje, dia 29. Em 2018, a instituição de ensino pretende otimizar o high school, inserido no ano passado e que tem validação do diploma na Universidade de Missouri, nos Estados Unidos.

“A conversação já é trabalhada no infantil e fundamental. A partir do 9º ano e até o 2º do ensino médio, os estudantes desenvolvem o inglês com conteúdo americano. É como se estivessem estudando no país estrangeiro”, explica Iramaia Rodrigues Guedes, que é coordenadora do fundamental I da Escola São Paulo.

“Eles estudam o conteúdo de lá, como ciências, geopolítica, e com professor nativo. Depois pegam o diploma, que tem validade em um doutorado e mestrado”, completa a educadora. A escola, que é mantida e gerida pelos pais, realiza reuniões semanais entre os professores com a coordenação.

Segundo Iramaia, o número de estudantes com necessidades especiais cresceu e há uma capacitação nesse sentido com os docentes. “Tem aumentado o número de alunos autistas, com paralisia cerebral, precisamos estar adaptados e é uma preocupação da equipe. Procuramos ter uma atenção individualizada com eles. A forma, por exemplo, de trabalhar com um dislexo é diferente da maneira de trabalhar com outro dislexo.”

#VoltaàsAulas #DepartamentodeEducação

4 visualizações