• Da redação

Saúde desde sempre: bolo de maracujá e cenoura!


A semana de volta às aulas traz a euforia inicial da criançada que, depois de muito tempo parada e longe da rotina escolar, anseia pelo reencontro com os colegas, professores e também com o novo ano letivo que se descortina. As mudanças vão muito além de voltar a dormir mais cedo (pois no horário de verão ainda está escuro quando o despertador toca) e mostrar aos colegas o novo material escolar.

As crianças sofrem também uma mudança na rotina alimentar, pois vão passar um período longo fora de casa e do alcance dos pais e terão certa autonomia para decidir sobre o que comer. Alguns têm discernimento e sabem escolher, outros, por sua vez, aproveitam esta liberdade de escolha tomando a direção de um caminho não tão saudável.

Num país com tantas coisas erradas quanto o nosso e com muitas coisas urgentes a serem resolvidas, este detalhe de extrema importância acaba não exigindo das autoridades competentes a atenção que deveria e as cantinas escolares acabam geralmente oferecendo produtos alimentícios sem que haja um controle efetivo dos órgãos de saúde federais.

Soam cada vez mais alarmantes os altos índices de obesidade infantil, hipertensão e diabetes (estas duas últimas, consequência do excesso de peso) entre crianças e jovens e tem aumentado consideravelmente na última década o número de AVC e infartos neste segmento específico da população brasileira.

A saúde de um indivíduo começa a se definir na gestação, segue se fundamentando na amamentação e completa seu ciclo com bons hábitos alimentares na fase pós-aleitamento, exemplos que devem partir de casa, com a boa orientação familiar e posterior reforço escolar, no cuidado com o lanche.Para tentar ajudar a simplificar esta tarefa para os pais, a coluna sugere a receita de um bolo, com preparo muito rápido e simples, que agrega fruta com legume e resulta num rico sabor, sem falar na aparência: come-se com os olhos!Como o lanche escolar é diário, ele deve também ser criativo e muita gente, apesar de gostar muito do tradicional bolo de cenoura, acaba achando seu preparo repetitivo.

Por isso a coluna foi atrás de uma releitura deste clássico que agrada muitos e traz esta nova versão: onde contrasta o doce da cenoura, com o sabor intenso e perfumado do maracujá. “Quem ama cuida”!Traga seu filho para a cozinha e preparem juntos o lanche que será levado para a escola.

Além da criança aprender desde cedo que o alimento não chega à mesa sozinho, pois envolve trabalho e esforço de muitos, este gesto simples e poético vai com certeza reforçar o afeto familiar!

INGREDIENTES:

4 ovos

2 cenouras médias cortadas

1 xícara de maracujá (suco e sementes)

3 xícaras de farinha de trigo peneirada

2 xícaras de açúcar

½ xícara de óleo

1 colher sopa de fermento químico

PREPARO:

Separe os ovos e bata as claras em ponto de neve. Assim que estiverem firmes, misture com a xícara de maracujá e reserve.No liquidificador, bata os demais ingredientes, com exceção do fermento.Junte a mistura do liquidificador, a das claras com o maracujá e misture delicadamente.No final, ainda com mais delicadeza, agregue e misture o fermento.Leve para assar em assadeira untada e com forno preaquecido por 30 a 40 minutos. Faça o teste do palito!

RENDIMENTO:

20 pedaços!

ACOMPANHAMENTO:

Sucos, café, chá e água!DICA: Sempre que possível, tente substituir o açúcar branco; neste caso pode-se colocar: uma de branco e outra de mascavo, ou ainda duas do demerara. Também pode ser usado mel de engenho (melado)!

NOTA:Esta receita foi criada e desenvolvida pela merendeira Clarice Kotz, que trabalha na escola municipal Padre Arnaldo Jansen, na cidade de Ouro Verde do Oeste, no Paraná, para deixar mais saudável e nutritiva o lanche dos alunos. Fica o exemplo!


#ColunaSimpleseSofisticado

0 visualização