• Da redação

Pauta extensa marca primeira sessão da Câmara em sede nova


Oito projetos de lei – seis deles do Executivo – e 10 indicações foram apresentadas pelos vereadores na primeira sessão do ano. Foi também a primeira sessão na sede nova do Legislativo – entre a Campo de Pouso e a Jorge Latour – e reuniu um público pouco superior se comparado aos últimos encontros. Mas a intenção, reforçou a presidente da Casa, Naiara Regitano Hendrikx, é incentivar a participação popular: a próxima sessão, devido ao carnaval, será no dia 19 de fevereiro.

Antes da sessão foi descerrada a placa comemorativa para registrar o início das atividades no novo prédio. Naiara destacou todo planejamento e empenho necessários para que a mudança se concretizasse e enfatizou que apesar da modernização do Legislativo ser um dos seus objetivos enquanto presidente, toda conquista foi reflexo do trabalho de todo o grupo e apoio da Mesa Diretora.


Entre as melhorias estão acessibilidade e gabinetes individuais para cada vereador. “Com um gabinete individual fica muito melhor atender a população. É possível dar mais atenção ao munícipe e tirar suas dúvidas com tranquilidade. Desde o início do ano atendi cerca de 25 pessoas e várias comentaram que as novas instalações proporcionam uma coisa muito importante que não tínhamos na antiga Câmara: privacidade. A população merece um local pra ser bem atendida e é o que temos hoje”, avaliou o vereador Aparecido Lopes da Silva Lima (Cido Urso).


Sessão

Entre os projetos que entraram para leitura, destaque para o PL006/2018, do Executivo, que propõe a remodelação de área no bairro Chácaras Camanducaia visando a implantação de sistema de tratamento de esgoto no local. Já o PL005/2018 propõe a instituição do Projeto Artista de Holambra, com o objetivo de valorizar as manifestações artísticas e culturais de Holambra através da concessão de incentivo financeiro.

Entre os vereadores, Lucas Simioni (PP) propôs a criação de um banco de dados para que a população possa dar ideias que seriam transformadas em projetos pelo Legislativo e Mario Sitta (PSDB) apresentou projeto para denominação oficial das vias públicas do loteamento Van Gogh.Por unanimidade foi aprovado requerimento do vereador Aparecido Lopes(Cido Urso-PTB) solicitando ao Executivo informações sobre a atual situação do programa Minha Casa Minha Vida.

O programa habitacional também foi tema de uma das quatro indicações da vereadora Jacinta Heijden (PSDB). Ela pediu também a desapropriação de área para abertura de via pública entre as ruas Dr. Jorge Latour e Dória Vasconcelos, ligando a Rota dos Imigrantes e a rua Campo de Pouso; solicitou a capacitação de servidores da educação para prestarem primeiros socorros aos estudantes da rede pública e a normatização dos horários de carga e descarga nas vias do município.


A vereadora Naiara solicitou a construção de escola no bairro Imigrantes e, em conjunto com Jesus de Souza (Jesus da Farmácia-PSD), pediu o aumento no valor real do vale alimentação dos servidores municipais, que não é reajustado desde 2015. Jesus foi autor de mais duas indicações: solicitou a implantação da rede de esgoto no loteamento Chácaras Camanducaia, e a substituição dos pontos de ônibus na SP107, na entrada da Vila Nova e na entrada da empresa Stabra. A educação foi tema de duas indicações do vereador Cido Urso. (Helga Vilela, com informações da Assessoria de Imprensa da Câmara)


#CâmaradeHolambra

6 visualizações