• Da redação

Inscrição para a 10ª Mostra de Arte de Holambra encerra no dia 1º de março


As inscrições para a 10ª Mostra de Arte, que tiveram início em novembro do ano passado, serão encerradas no dia 1º de março. A entrega das obras será no dia 16, do mês que vem na secretaria do Clube Fazenda Ribeirão, das 8h às 16h. Nesta mesma data será feita a montagem da exposição, com abertura, às 20h, feita pelo Presidente do clube Celso Quiles.

A exposição estará aberta para o público em geral nos dias 17, (sábado), das 10h ás 20h, e 18 (domingo), das 10h ás 17h, com direito a música ao vivo, workshop e Food Truck. A responsável pela curadoria é Marina Machado.

Segundo o organizador Roberto Magno, as expectativas são as melhores possíveis. “Até agora tivemos 12 inscritos, mas só teremos mais certeza no dia, assim como nas edições anteriores, muita gente deixa para fazer a inscrição na última hora. Nós sempre fomos surpreendidos de forma positiva com as obras, que são muito boas e com grande participação de artistas e população”, comenta.

Os objetivos da mostra são reunir os talentos artísticos da cidade e região, apresentando linguagens artísticas, além de contribuir com a formação de público para as mais diversas artes.

Diferente das edições anteriores, a 10ª Mostra de Arte será realizada em espaço aberto, com workshop “Arte em Quadrinhos”, inclusão de artes urbanas e criação da curadoria. “A ideia foi do Presidente. Nós percebemos que quando fazíamos no salão do clube os visitantes ficavam inibidos. A ideia é aproximar as pessoas dos artistas e obras”, explica Magno.

Regras aos participantes

Cada artista poderá inscrever até três obras, todas deverão ser inéditas. As obras deverão ser emolduradas e em condições de serem expostas. A localização das obras na exposição será definida pela Curadoria.

Além disso, não serão aceitas obras de caráter ofensivo ou discriminatório, bem como não serão aceitas cópias de trabalho de terceiros. Lembrando que as obras expostas poderão ser comercializadas e cada uma terá uma etiqueta com o seu preço de venda, sendo que 10% do valor das vendas será revertido para cobertura das despesas em geral. “Nunca tivemos problemas quanto ao conteúdo ofensivo e acreditamos que não teremos nenhum tipo de constrangimento nesse sentido, mas caso aconteça toda a equipe envolvida fará a avaliação”, ressalta.


2 visualizações