• Da redação

Saúde amplia doses da vacina contra Febre Amarela



O Departamento municipal de Saúde de Holambra passa a contar a partir dessa semana com 50 doses semanais da vacina contra Febre Amarela cedidas pelo Governo do Estado – um aumento de 66,6% em relação às 30 doses recebidas pelo município anteriormente. A ampliação, a princípio, é válida até o final do mês de março.

O acréscimo de 20 novas doses ao montante distribuído à cidade toda semana é resultado de pedido feito pela Prefeitura ao Departamento Regional de Saúde VII (Campinas), em 17 de janeiro, após inclusão do Estado de São Paulo no mapa de risco pela Organização Mundial da Saúde (OMS).

Esse ano, 319 holambrenses já foram imunizados pela rede pública de saúde do município. Um aumento de 44% em relação ao mesmo período do ano passado, quando 221 pessoas foram vacinadas. Entre os meses de outubro e dezembro de 2017 o crescimento na procura pela vacina chegou a superar 300% na cidade, saltando de 19 atendimentos mensais para 65.

De acordo com o diretor municipal de Saúde, Valmir Marcelo Iglecias, o aumento da demanda é consequência natural da repercussão do tema na mídia. “A vacina sempre esteve disponível na cidade, mas a procura acaba sendo maior quando a incidência da doença passa a receber maior destaque nos veículos de imprensa”, avalia.

Segundo o diretor do setor de Vigilância em Saúde de Holambra, o médico sanitarista Paulo César Madi, devem tomar a vacina moradores que têm viagem marcada para áreas de risco, onde há incidência da doença. “Em Holambra a situação é controlada”, afirma.

No final de janeiro o Governo do Estado antecipou o início da Campanha de Vacinação com foco em 54 cidades paulistas mais expostas ao risco. Esses municípios receberam doses fracionadas da vacina para permitir o atendimento de um número maior de moradores. Nenhuma cidade da Região Metropolitana de Campinas foi contemplada pela ação.


#PlanoDiretor

0 visualização