• Da redação

Um clássico que não sai de moda



Ray-Ban aviador é moda há quase um século

Das telas de cinema para o dia-a-dia. Os óculos generais norte-americano, do início do século passado caiu no gosto e não saiu mais de moda. Para perdurar tanto tempo, o ray-ban aviador se reinventou, com armações clássicas as mais ousadas, coloridas, de diversos materiais, para infinitos formatos de rostos.

Iraci Lucaroni, proprietária de uma ótica, lembra que na década de 1970 o modelo era preto e dourado. “Agora ele voltou com mais estilo, sendo disponibilizado também na cor prata, com lentes azuis, coloridas, espelhadas, lentes flutuantes e retas. É o modelo que todos querem ter e usar”.

Os óculos trazem um ar alegre, enigmático e sedutor; o fato é que acrescentam características à personalidade estética de quem os usa. Iraci acrescenta que, mesmo tendo o seu tamanho grande, não é pesado, pois tem armação fina, cai muito bem no rosto.

Segundo Iraci, o aviador é um modelo muito democrático. É usado pelo público masculino e feminino e até mesmo infantil. “Pode ser com lentes de grau, transparentes e fotossensível (que escurecem quando expostas ao sol)”, indica.

A especialista em óculos recomenda a forma correta para a escolha de um modelo. Se for de grau, deve-se levar em consideração a quantidade da dioptria (o grau) e se são lentes multifocais. “Indicamos os modelos que mais se adequam a quantidade de grau que a pessoa usará e também o melhor tipo de lentes. E por sabermos o gosto e estilo da pessoa, indicamos o modelo que mais se encaixa no formato do seu rosto e a agrade”, ensina Iraci, lembrando que os modelos médios e grandes ficam melhores em rostos ovais, que são mais compridos. Não é legal ficar sobrando espaço entre o nariz e os óculos. “O aviador é clássico. É puro estilo”, destaca.

O vendedor e antenado da moda Adelson Ferreira de Souza diz que não sai de casa sem o seu Ray-Ban. “Sempre está no meu carro, porque gosto de dirigir usando proteção. O óculos é maravilhoso, as lentes são perfeitas. Este modelo aviador cabe muito bem no meu rosto, gosto da comodidade e do conforto dele, adoro e recomendo”, conta.

A Ray Ban teve início nos anos 1920, quando o general americano das forças aéreas John McCready terminou uma travessia do Oceano Atlântico se queixando de dor nos olhos, fustigados pelos raios solares e pelo vento, o que resultou em sérios problemas na retina. Para resolver o problema do militar, a empresa de lentes Baush e Lomb criou o Ray-Ban - "banir os raios". O modelo se chamava inicialmente AntiGlare Aviator (anti-reflexo aviador), com armação de 150 gramas e lentes G-15 de cristal especial, que tinham a capacidade de bloquear os raios infravermelhos e UV.


Em 1937, a Ray Ban foi patenteada e o nome do óculos se tornou Aviator (aviador). O modelo foi adotado por pilotos, que o popularizaram durante a Segunda Guerra Mundial, após McCready desembarcar no litoral filipino exibindo o seu óculos estiloso. Desde então, o aviador continua fazendo sucesso, sendo o óculos de sol mais vendido e copiado do mundo por marcas famosas e luxuosas, sendo exibido por muitas celebridades hollywoodianas.

#moda

3 visualizações