• Da redação

Você é um ‘gateiro’ ou ‘gateira’ assumido?


A empresária Solimar Bandeira sempre teve gatos desde a infância. Após adulta, em sua própria casa, adotou as suas gatas da rua, ainda bem pequenas, vítimas de maus tratos. “Hoje as minhas ‘filhas’, porque é isso que são para mim, estão com 10 anos. Elas dormem comigo e meu marido na nossa cama”, se orgulha.

Além disso, Sol, como gosta de ser chamada, conta que as suas gatas só gostam de ração de sabor frango e cada uma tem a sua caixa de areia. “Elas são bem mimadas, são minhas patricinhas”, se exibe.


Para Sol, os gatos são definidos como seres superiores, devido a sua sensibilidade aguçada e do amor pleno que sentem pelo seu dono, sempre com intuito de proteção. “Elas percebem quando estou bem e quando não estou e quem gosta de mim também. são grandes amigas. Elas estão sempre por perto e até tem ciúme dos meus filhos. Quando eu estive doente elas não saiam de cima de mim e até brigavam por minha atenção. Sou muito feliz por tê-las. Se dependesse de mim, elas viveriam mil anos”, espera.

A assistente social Roberta Abrahim conta que também desde criança sempre foi apaixonada por gatos, por influência do seu avô. Como em sua casa o portão era de grade, com várias aberturas, muitas pessoas abandonavam gatos lá. “Já chegaram a deixar gaiola com meia dúzia de gatos de uma vez e até uma lata de tinta com uma gata que deu cria”.

Hoje, Roberta tem o portão fechado e no fundo da sua casa construiu um gatil, com 20 gatos, todos castrados. A maior parte foi deixado no seu portão ou recolhido em situação de risco da rua. “O ambiente é organizado e limpo. Minha mãe e minha irmã me ajudam na lavagem do local e reposição de comida e água diariamente”.


Dentro de casa, Roberta tem mais quatro gatos. “Mesmo com a nossa correria, a gente vai cuidando e amando, eu não vivo sem gato, aconteça o que acontecer”, conta Roberta, que até acionou a polícia para defender seus filhotes. “Antes do gatil um vizinho tinha o mau hábito de envenenar os gatos. Resolvemos

o caso na Delegacia”, lembra.

E você, gosta de gatos? É um gateiro ou gateira assumido?

#Gatos #CãeseGatos

33 visualizações