• Da redação

Sabor de confraternização universal: “sernik”, bolinho de queijo russo!



O Brasil que vive em eterna crise financeira e é assombrado por escândalos quase diários, onde a desfaçatez e a falta de ética norteiam os que deveriam gerir a nação com clareza e honestidade para garantir vida digna ao seu povo, mudará um pouco o foco nos próximos dias, com os olhos da nação quase todos voltados para a distante e gelada Rússia, país sede desta copa do mundo, onde acontecerá a festa máxima do futebol.

Festa grande e de conciliação, quando o esporte exerce a função de unir e agregaras nações, derrubando temporariamente barreiras, fundindo culturas e fortificando, através da bola que rola, a verdade absoluta de que somos todos irmãos e iguais.

Normalmente, esta troca de foco estaria centrada nas bandeirinhas coloridas, que alegram nesta época de final de outono e início de inverno, as tradicionais festas juninas, que arrastam forró, comidas típicas e muita alegria em quase todo território nacional. Mas, desta vez, o destaque está nos tons verdes e amarelos, com as cidades brasileiras vestidas das cores da bandeira nacional, resgatando um patriotismo poético e saudável que muitas vezes dorme esquecido, no meio de tanta corrupção e falta de expectativas.

Os jogos este ano acontecem em outro país gigante: a Rússia. Povo forte, forjado no rigor do frio e da neve, os russos têm vindo à tona frequentemente na mídia brasileira e tem despertado a curiosidade e a vontade de viajar ao país, mas como isto não é possível para todos, a coluna abre a Copa do Mundo publicando uma receita típica e fundamental para este povo: o sernik!

Este bolinho de queijo típico é muito apreciado pelos russos, que costumam comer no café da manhã especial do final da semana, quando toda a família está por casa e tem mais tempo para prepará-lo. Mesmo que em russo o queijo fresco se chama творог (tvaróg), o nome sêrniki que é mais antigo continua a ser usado. Este bolinho, não por acaso, está para o povo russo como o pão de queijo mineiro está para o povo brasileiro e ambos os petiscos já atravessaram as suas fronteiras de origem e conquistaram os paladares de muitos povos e culturas, tudo a ver com a confraternização universal que está em campo. Que venha o hexa!

Bom e delicioso Sernik a todos!

INGREDEINTES:

500 Grs. de queijo Minas ou cottage

5 colheres de sopa de semolina, ou farinha de trigo

3 ovos

3colheres sopa de açúcar

1 colher sopa de baunilha1 pitada de sal½ Xícara de passas, damasco... (opcional) INGREDEINTES PARA O MOLHO:

½ Xícara de creme de leite (de preferência fresco)

1 Copo de Iogurte natural

PREPARO:

Comece deixando as frutas secas, caso vá usá-las, de molho em água quente por 15 a 20 minutos. Bata ovos com um garfo e despeje lentamente a semolina, ou a farinha, misture bem e deixe descansar por 15 a 20 minutos. Coloque o queijo escolhido em uma tigela, amasse bem com um garfo (não devem restar grumos), adicione a baunilha, o açúcar, o sal e misture bem. Tire as uvas passas da água e adicione ao queijo. Adicione também os ovos com a semolina, ou farinha. Misture tudo muito bem. Se a massa ficar molenga, pode adicionar um pouco mais de semolina, ou farinha. Caso opte por fritar, esquente bem o óleo vegetal (50 gr) e depois frite em fogo médio. Molde os bolinhos de massa, no formato de mini panquecas, empane em semolina e frite de ambos os lados por 3 a 5 minutos, até dourar. Se for assar, pré-aqueça o forno, molde da mesma maneira, unte uma assadeira, coloque papel manteiga, que também deve ser untado e asse em temperatura média até os bolinhos ficarem dourados, em torno de 20 minutos. Para preparar no vapor, utilize o mesmo procedimento do forno, costumo forrar a panela de vime com papel manteiga, untar e utilizo o olfato para saber quando está pronto, o cheiro de bolinho enche a casa inteira.Para o molho: misture bem o iogurte e o creme de leite! Coloque o sernik em um prato, regue com o molho e se delicie!

RENDIMENTO: 4 Porções!

ACOMPANHAMENTO: Café, chá, sucos... Vodca, vinho, cerveja...!

DICA: Se quiser preparar os sernik num contexto mais salgado, diminua 1 colher de açúcar no preparo e no lugar das frutas secas, adicione algum legume, como cenoura ralada, ou algum embutido: bacon, calabresa, peito de peru...

O Sernik pode ser servido também com geleia ou mel! Dê asas à imaginação!


0 visualização