• Da redação

Semana de flores nas cores verde e vermelho




Gardens apostam em tuias e poinsétias: estoque reforçado para essa semana

É chegar o Natal e elas roubam a cena: tuias e poinsétias, que ficam ‘esquecidas’ durante o ano inteiro, são as protagonistas do momento e os gardens prometem, para a próxima semana, manter a oferta de flores usadas para decoração natalina e, também, para presentes. E não há discussão: as flores vermelhas são as mais procuradas entre final de novembro até a passagem do Natal. “Gostamos de decorar a casa, mas é preciso lembrar o significado do enfeite: a árvore não é apenas um enfeite, ela representa o renascimento. Árvore é vida”, disse João Aquino, morador de São Carlos, enquanto escolhia uma tuia para completar a decoração natalina.

Proprietário de um mercado de flores, Martinho Jeuken destacou que sempre investem em um aumento de 5% a 10% em relação ao ano anterior. Este aumento refere-se às flores com maior saída nesta época, como tuias holandesas, araucárias e as poinsétias (no Brasil, esta flor é mais conhecida por Bico de Papagaio). “São árvores que podem ser enfeitadas”. Ele completou que a procura por flores vermelhas cresce, principalmente, nos dias que antecedem o Natal e, por isto, é preciso investir em variedade, como kalanchoes e antúrios. Citou ainda as impatiens e fez um paralelo com a cidade. “Holambra está cheia delas (impatiens), está florida, e ver a cidade bonita incentiva o morador a cuidar de sua casa, de seu espaço”.

Jeuken pontuou que a mudança de comportamento do público também incentiva as vendas: se antes as flores eram usadas apenas em datas específicas, hoje há uma busca para deixar os ambientes públicos e particulares mais agradáveis e, assim, tem aumentado a procura por plantas ornamentais e flores variadas, principalmente por parte dos lojistas e do consumidor final. E logo após o Natal, completou, o vermelho deve dar espaço às tonalidades mais claras e as orquídeas estão entre as flores mais vendidas. “Antigamente, orquídeas eram caras. Hoje estão mais acessíveis e a qualidade melhora cada vez mais. Isto agrada o cliente e ajuda o comércio”.

No estabelecimento gerenciado por Rossana Martins Bocaleto, o cliente encontra um mix de produtos para Natal e Ano Novo. “Na próxima semana, apostamos nas poinsétias e orquídeas”, disse, ao pontuar que o consumidor procura de tudo, desde tuias e flores vermelhas até opções artificiais. “Durante o resto do ano, são raras as vendas de tuias e poinsétias e o produtor já se prepara para oferecer outro tipo de flor”, resumiu. Para atender a demanda de Natal, a loja tem um espaço com artigos decorativos, desde árvores artificiais e bolas, até pisca-pisca, fitas, guirlandas e presépios. “Sai um pouco de tudo. E por isto sempre temos este espaço para atender o nosso cliente”.

Geraldo Freitas dos Reis, responsável pelo setor de compras de um mercado de flores, disse que a data favorece a venda de poinsétias de vários tamanhos, kalanchoes, tuias em geral e flores de corte e para atender o consumidor, a loja aumenta a disponibilidade dessas flores em até 40%. “Neste período verificamos um aumento no consumo de flores e plantas para decoração e, também, de plantas para jardinagem”.


20 visualizações