• Da redação

BIOMETRIA: ATENDIMENTO EM HOLAMBRA NOS DIAS 14 E 15 DE DEZEMBRO

Posto em Holambra funcionará até dia 19; quem não fizer a biometria terá o título cancelado



Cerca de 18% dos eleitores de Holambra ainda não fizeram a biometria obrigatória: conforme dados atualizados pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE), até a manhã de ontem, dia 12, a cidade contava com 11.611 eleitores e, desses, 9.545 já fizeram a biometria (82,21%), ferramenta que identifica o eleitor por meio de impressão digital e somente com esta atualização será possível votar.


Para atender os moradores que ainda não atualizaram os dados, o posto de Holambra – e das demais cidades com prazo final estabelecido para dia 19 de dezembro – fará plantões sábado e domingo, com atendimento das 8h às 13h. “Serão os dois últimos plantões. A sede, aqui em Mogi Mirim, atenderá eleitores até às 14h, e, no shopping Buriti, até às 15h”, informou a analista judiciário da 75ª Zona Eleitoral, Juliana Mastracouzo.


De acordo com Juliana, todas as demais cidades atendidas pela 75ª Zona Eleitoral (Artur Nogueira, Engenheiro Coelho, Conchal e Mogi Mirim) estavam com porcentagens de biometrias variando de 76% a 83% e, mesmo com os plantões, acredita ser improvável que todos consigam atendimento até a próxima quinta-feira.

A analista explicou que o agendamento poderá ser feito pelo site do TRE/SP (www.tre-sp.jus.br) ou pelos telefones do cartório de Mogi Mirim (3862.0193 e 3862.7073) ou, ainda, pelo telefone da central biométrica de Holambra (3902.4343). Na quarta-feira, dia 11, restavam apenas quatro vagas para o sábado e 30 para o domingo na central de Holambra.


Quem não conseguir agendar em Holambra, pode optar pelo atendimento nas demais cidades (caso consiga vaga): a sede do cartório, em Mogi Mirim, contava com cerca de 400 vagas. “Lembrando que esses números vão diminuindo com a proximidade do plantão, em especial em Holambra que tem uma capacidade de atendimento menor”.

Durante a última semana de funcionamento do posto de Holambra, o atendimento será com agenda até o dia 18 e, no dia 19, será por ordem de chegada, com distribuição de senhas.


Para fazer o cadastro biométrico é necessário apresentar RG, título eleitoral (se tiver) e comprovante de endereço recente, dos últimos três meses (no nome do eleitor ou de seus pais).


Cancelamento do título


Quem não fizer a biometria até o dia 19 terá o documento cancelado. E o cancelamento do título implica o cancelamento do CPF, proibição de contratação de empréstimos em bancos públicos, proibição de obtenção de passaporte, de matricular-se em estabelecimento de ensino, entre outros.

Corre este risco todo holambrense que não respeitar a data limite. Conforme Juliana, o cartório entrará em recesso no dia 20 de dezembro, retornando apenas dia 7 de janeiro. Assim, caso o título seja cancelado, o holambrense terá de agendar a biometria em outra cidade (na sede em Mogi Mirim ou nos postos de Engenheiro Coelho e Conchal) após esta data. E vale ressaltar: após o fechamento dos postos itinerantes, a capacidade para emissão de título cairá de 700 para 30 documentos por dia.

70 visualizações