• Da redação

Candidatos a prefeito de Holambra concorrem pela primeira vez ao cargo


Diferente do que ocorreu nas últimas eleições, população terá três opções de voto para o cargo de Chefe do Poder Executivo



As eleições para prefeito em Holambra terão uma novidade em relação ao que aconteceu nos últimos pleitos. Desta vez os eleitores terão a possibilidade de escolher entre três candidatos, ao invés de dois – o que não acontece desde 2008, quando cinco nomes disputaram a preferência do eleitor pela chefia do Poder Executivo.


Em 2020, todos os candidatos irão concorrer ao cargo pela primeira vez em suas carreiras políticas. Aparecido Lopes da Silva, vereador em terceiro mandato; Fernando Capato, atual vice-prefeito e filho do ex-prefeito Celso Capato; e José Benedito de Souza, ex-vereador e ex-vice irão brigar pelos votos dos holambrenses. Conheça melhor cada um deles.


Fernando Capato


Fernando Capato é candidato pelo Partido Social Democrático (PSD). Filho do ex-prefeito Celso Capato, é o atual vice-prefeito de Holambra ao lado de Fernando Fiori de Godoy. Tem 33 anos, nasceu em Cosmópolis (SP) e viveu durante toda a vida na Cidade das Flores. Sua primeira participação política se deu em 2016, quando foi eleito vice.


Capato afirma que a gratidão e o carinho que tem pelo município o motivaram a ser candidato.


“Minha história com Holambra vem desde cedo. Acompanhei desde a primeira gestão todos os avanços, conheço as pessoas e tenho muito carinho por elas. Tenho muita gratidão pelo carinho que o povo de Holambra tem com minha família, por isso sinto que posso retribuir e fazer muito pela nossa cidade”, conta.

Pra ele, o maior desafio é fazer com que a cidade mantenha o que já foi conquistado e avance ainda mais. “A maior necessidade de Holambra hoje é manter a qualidade de vida como é conhecida, manter bons serviços públicos e atacar problemas pontuais que precisam da nossa atenção. Precisamos manter também nossa cidade forte para continuar gerando oportunidades de emprego e renda para nossos moradores”, concluiu.

Fernando é o candidato da aliança formada entre o PSD, o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) e o Partido Social Democracia Brasileiro (PSDB). O candidato a vice da chapa é Miguel Renato Esperança, do PSDB.


Aparecido Lopes da Silva Lima



Cido Urso tem 46 anos, é casado e candidato pelo Podemos. Nascido em Assis Chateaubriand (PR), Cido se colocou como candidato a vereador pela primeira vez no ano de 2004, sem conseguir se eleger. O objetivo seria conquistado nas três eleições seguintes.


Em 2008, 2012 e 2016 Cido conseguiu os votos necessários para ser um dos vereadores de Holambra.

Cido afirma que projetos que sempre quis aplicar no munícipio o levaram a se candidatar para prefeito. “Aceitei o desafio para me candidatar a prefeito, pois muitos dos benefícios e projetos que gostaria de aplicar no município são de competência do prefeito, portanto, a luta para conseguir ajudar de perto o povo holambrense me motivou a disputar o cargo no executivo”, comenta.

Perguntado sobre o maior desafio a ser enfrentado, Cido responde: “A meu ver o maior desafio de Holambra é resolver sua questão hídrica. Com o crescimento da população, temos o desafio de melhorar nossa infraestrutura, para que a cidade possa crescer de forma saudável e em futuro próximo não venha faltar recursos tão preciosos como a água”.

A chapa é pura, ou seja, o Podemos lançou candidatura sem coligação em Holambra. Seu vice é Rivaldo Gonçalves da Silva, do Podemos.


José Benedito de Souza



Nascido em Mogi Mirim, José Benedito de Souza é casado, tem 75 anos e é candidato pelo Republicanos. A primeira tentativa na política aconteceu em 1996, quando se candidatou para vereador. O objetivo foi conquistado nas eleições de 2007, quando foi eleito para a vereança entre os anos de 2008 e 2012. Atualmente José é suplente de vereador.


José afirma que ser prefeito de Holambra é um sonho antigo. “Ser prefeito dessa cidade que me formou como homem, como cidadão sempre foi meu sonho. Mas acho que a minha hora chegou, se assim Deus permitir”, comenta.




Para José, o maior desafio da cidade está na infraestrutura. “Holambra é uma cidade que cresce cada vez mais. Mas para que o desenvolvimento socioeconômico da cidade seja saudável, é necessário cuidar da infraestrutura, que foi completamente deixada de lado. Portanto saneamento básico, atenção integral à saúde, transporte e habitação são questões urgentes que precisam ser revistas”, ressalta o candidato.

O vice da chapa pura do Republicanos é Pedro Fernandes, de 53 anos.


As Eleições Municipais estão marcadas para o dia 15 de novembro, das 7 às 17 horas. Não há segundo turno em Holambra.

21 visualizações