• Da redação

Como ficar em forma na pandemia?


Além de auxiliar na estética, as atividades físicas colaboram na redução do estresse e a aumentar a imunidade lembra personal



As rotinas alteraram todas as áreas da vida. O desafio é se adaptar ao novo normal. Paralelo isso, bate a porta a tentação de ficar acomodado, quieto e sedentário.

Mas, em tempos de pandemia, manter-se ativo faz bem para o corpo e a mente. A avaliação é da personal trainer holambrense Camila Braga, que, além de auxiliar na estética, as atividades físicas colaboram na redução do estresse e a aumentar a imunidade, dobradinha perfeita para quem quer manter-se longe da Covid-19.

Com 14 anos de experiência, ela garante que tem como praticar algum tipo de exercício mesmo em tempos de isolamento social. “Quem quer dar um jeito e não arruma desculpas”, salienta.


Com a impossibilidade de utilizar as academias, devido às restrições governamentais, Camila lembra que caminhadas, corridas, andar de bicicleta e treinamento funcional – exercícios ao ar livre - são opções para que ninguém fique parado. “Não tem impedimento de exercitar por causa do coronavírus. As pessoas podem praticar em casa, com apoio de profissionais, como um personal, ou aulas on line”.

Os exercícios físicos, sejam em casa ou ao ar livre, necessitam do acompanhamento de um profissional. “Ele auxilia na estrutura dos treinos, ensina os exercícios corretamente e corrige posturas. O acompanhamento faz total diferença, tanto para não se lesionar, como para atingir o resultado almejado”.


Ferramentas como celular, redes sociais, lives ou até chamadas de vídeos facilitam na assistência na hora de mexer o corpo. “Diante do cenário em que vivemos, nunca se falou tanto da importância de se cuidar da saúde. É necessário uma mudança de mente e comportamento para incluir na rotina as atividades físicas”.


A personal lembra que muitas pessoas começam se exercitar após um diagnóstico médico desfavorável, como aumento do colesterol. A holambrense salienta que exercícios físicos corroboram para prevenção de doenças e assegura a qualidade de vida. “Não podemos esperar que algo de ruim acontece-nos para termos alguma iniciativa”.

As atividades físicas, de acordo com a personal, trazem benefícios à estética, auxilia na alto-estima, prefini futuras lesões e dores e aumentar a imunidade. “Duas combinações imprescindíveis: praticar exercícios e ter uma alimentação saudável”, reforça.


Sedentarismo

Um estudo divulgado em janeiro de 2021 pela Organização Mundial de Saúde (OMS) confirma que o brasileiro se exercita menos do que deveria. O levantamento aponta que, nos últimos 15 anos, praticamente um em cada dois adultos (47%) no Brasil não faz atividades físicas suficientemente.


Entre os jovens o número é maior e ainda mais alarmante: 84%, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Ainda de acordo com a entidade, o Brasil é o país mais sedentário da América Latina e ocupa a quinta posição no ranking mundial.

Segundo a personal, a pessoa tem que querer e conscientizar que é sedentário. “Ela precisa se convencer que não está cuidando da saúde e necessita de uma mudança em seus hábitos, rotina e comportamento”.


Camila explica que quando você começa se exercitar seria como se estivesse plantando uma semente. “A primeira colheita é imediata, pois, na maioria das vezes, as pessoas sentem resultados nas primeiras aulas, como melhorias no sono, disposição para tarefas diárias e ausência de algumas dores. Acrescenta-se a isso a felicidade, porque os exercícios físicos liberam hormônios como endorfina e ocitocina que ajudam no prazer pela vida”.

A personal acrescenta outra colheita no futuro resultado das práticas. Ela assegura que as atividades colaboram na melhoria da qualidade de vida ao envelhecer.


A falta de atividades físicas é um dos fatores responsáveis por muitas doenças e condições que agravam a saúde. Alguns exemplos são: doenças cardiovasculares, aumento do risco de diabetes tipo 2, acúmulo de gordura abdominal e no interior das artérias, obesidade, apneia do sono, entre outros. Segundo o Ministério da Saúde, três em cada cem mortes no país podem ter influência do sedentarismo.


Motivação

Colocar de lado um pouco o controle da TV e dar uma pausa às séries nem sempre é algo fácil. Porém, a personal diz que o exemplo de uma pessoa dentro de casa, que saiu do sedentarismo para prática de atividades físicas, pode contagiar e influenciar toda a família.

Camila fez questão de lembrar que para atividades fora de casa, como caminhadas ou aulas funcionais, é necessário o uso de máscara, respeitar o distanciamento e fazer a higienização com álcool em gel.


Adesão às aulas on line

Para quem for fazer as atividades em casa, as aulas on line são opções e podem ser feitas por qualquer pessoa. Camila conta que desde março do ano passado teve que adaptar-se e passou atender seus alunos com vídeos e aulas pelo youtube, instagram e whatsaap.


Nas aulas remotas, uma das possibilidades, conforme explica Camila, são as aulas funcionais. “Nelas você trabalha o peso de seu próprio corpo. Alguns acessórios, para ganhar mais resistência podem ser usados”.


Nesse caso, a personal ensina a fazer “pesinhos” com garrafas d’águas e a usar cabos de vassouras, cadeiras e outros para melhor o condicionamento físico. “Usamos coisas que as pessoas possuem em casa para tornar a aula mais dinâmica.”


Para ele, só não tem desculpa para ficar sem fazer atividade física. “Primeiro, precisamos mentalizar e querer uma mudança. Após isso, basta ter disciplinas e constância e os resultados virão”.



3o ‘MoviMente’

A personal trainer holambrense Camila Braga realiza a partir de segunda-feira, dia 5, o 3o Desafio MoviMente. Serão 21 dias que os interessados receberão consultoria, dicas de alimentação e aulas pelo Instagram.

Camila contou que o desafio, que teve duas edições no ano passado, tem como base os pilares atividade física, mudança comportamental e alimentação saudável. “Temos uma parceria de um coach e uma nutricionista”.

A ideia do desafio é fazer com que as pessoas se exercitam na pandemia e saiam do sedentarismo. Mais informações podem ser obtidas pelo @kamilabraga.

Esdras Domingos


9 visualizações0 comentário