• Da redação

Competidor japonês vence Torneio Internacional de Pesca na Amazônia

Toshinari Namiki recebe o título de pescador mestre da Amazônia


O pescador profissional japonês Toshinari Namiki foi o vencedor do 1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva – GAWFR, que aconteceu entre os dias 20 e 27 de junho, em Luiz Alves, distrito de São Miguel do Araguaia, às margens do Rio Araguaia, em Goiás. Ele obteve um total de 950 pontos em todos os dias de competição. O segundo lugar ficou com o goiano Carocinho, com 770 pontos, seguido pelo brasileiro Rhusyvel Peterson, na terceira colocação, com 720 pontos.



Conhecido como The Machine Gun, por sua habilidade de arremessar muito rapidamente e de forma precisa, assim como uma metralhadora, T.Namiki recebeu o título de pescador mestre da Amazônia. Ele é considerado um dos principais pescadores de achigã (black bass) do mundo, tendo participado de competições na Europa, nos Estados Unidos, na Coreia do Sul e na Tailândia. Essa foi a primeira vez que o pescador profissional esteve na Amazônia.

O 1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva atraiu centenas de pescadores provenientes de todas as partes do Brasil e também equipes inteiras dos praticantes da pesca com isca artificial do Japão, China, Argentina, entre outros países. O desafio da competição era de capturar, por meio do uso apenas de isca artificial, seis espécies – Aruana, Dorada, Pirarara e Tucunaré, além do Pirarucu e Piraíba, considerados os maiores peixes de água doce do mundo.

O evento cultural, social e ecológico teve o objetivo de estimular a prática da pesca consciente que possibilita um convívio harmonioso com a natureza e a preservação ambiental, inibindo e desestimulando a pesca predatória. Além disso promoveu a “Pescaria Feminina” para fomentar a participação das mulheres no esporte.

Outro projeto importante foi 100 Pequenos Jornalistas, que alavancou a inclusão digital de crianças e jovens do distrito de Luiz Alves, onde ocorre o evento. A associação GAWFR entregou 40 smartphones para os alunos entre 9 e 15 anos da escola municipal de Luiz Alves, que foram usados pelas crianças para filmar a competição, realizar entrevistas com os competidores e compartilhar seus vídeos com outras crianças, por meio do canal oficial da competição no Youtube e, também em suas mídias sociais.

O 1º Torneio Internacional de Pesca Esportiva foi idealizado pelo japonês Keisuke Onoda, que mora há mais de 23 anos no Brasil e teve inspiração do Paris Dakar para idealizar esse projeto. A segunda edição do torneio está marcada para 2020, entre os meses de agosto e setembro.

28 visualizações