• Da redação

Eleitores falam sobre o que esperam do próximo prefeito de Holambra

11.751 eleitores irão definir quem será o chefe do Poder Executivo nos próximos 4 anos




Falar sobre democracia é algo mais complexo do que se pode imaginar. Não são poucos os historiadores, filósofos e cientistas políticos, pra não citar tantos outros profissionais, que se de debruçam sobre o tema. O ponto em comum nos estudos é que o ambiente democrático é o antídoto ideal contra sistemas ditatoriais. As eleições, sejam elas federais, estaduais ou municipais, visam garantir o direito do eleitor se expressar através de seu voto. Pode parecer que os políticos sejam os atores principais de um período eleitoral, não são! Os grandes protagonistas desse momento são os eleitores!


Segundo o Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Holambra conta com 11.751 eleitores. São eles que irão definir o rumo da Cidade das Flores para os próximos quatro anos. E se são os eleitores que tomam a decisão, é o momento ouví-los. Perguntada sobre qual área o próximo prefeito deverá dar mais atenção, a eleitora Jéssica Araújo responde rápido: “Acredito que educação e saúde não estão sendo priorizadas, sou mãe e vejo que são áreas em falta, faltam profissionais de saúde, precisa de mais atenção nessas áreas”, afirma. A moradora também afirma quais são as qualidades que espera da pessoa que assumir o cargo de chefe do Poder Executivo. “Espero que ele seja honesto com a população e tenha compromisso com Holambra. Que ele seja uma pessoa que cumpra com as suas palavras e seja um prefeito sincero e transparente, é de um prefeito assim que a gente precisa”, ressalta.


Jéssica espera também que o prefeito continue cuidando do turismo municipal, setor que ela acredita que já é bem cuidado até o momento. “A parte turística nossa é a nossa principal área, a beleza da cidade atrai os turistas. Muitas pessoas e comerciantes vivem disso, é uma área que o próximo prefeito precisa continuar cuidando disso, é um destaque que nossa cidade sempre teve”, opina.


Por falar em turismo, nada melhor que ouvir Ivonne de Wit. Bacharel em turismo e empresária do setor, ela explica que, embora o turismo traga coisas boas para a cidade, ele também gera desafios que o poder público precisa atentar. “A primeira lição que aprendemos na faculdade é que o Turismo só é bom quando ele também é bom para o morador, é certo que o turista traz receita, gera empregos, movimenta a economia da cidade. Mas também produz lixo, consome os recursos naturais, causa trânsito, a cidade precisa estar preparada para isso e é papel da Prefeitura utilizar bem os recursos que recebe para amenizar os danos, organizar o fluxo, garantir a segurança de todos”, explica.


Quando perguntada se havia uma área para a qual o próximo prefeito deveria dar uma atenção especial, Ivonne responde: “Ele não pode escolher uma área para dar mais atenção. Precisa pensar a cidade de maneira holística, resolver os problemas dos diversos departamentos, pois todos têm a sua importância. Eu acredito que a educação seja a base para a formação de cidadãos mais conscientes, mas não dá para deixar a saúde ou a segurança de lado. Sendo empresária no setor de turismo, é claro que eu espero que ele continue fazendo um bom trabalho neste segmento, que cresceu muito, especialmente nos últimos dois anos. Temos mais de 100 empresas no setor, o que não dá para ignorar. Empregar os recursos de maneira inteligente e estratégica é fundamental para que a cidade seja atendida em todos os seus aspectos e necessidades”, argumenta Ivonne.


A moradora ainda conclui que a boa qualidade de vida da Cidade das Flores também gera desafios. “Holambra oferece inegável qualidade de vida a seus moradores, e que acaba atraindo muita gente de fora, seja para visitar, trabalhar ou morar. O crescimento precisa ser ordenado, feito aos poucos, com infraestrutura de apoio, para poder preservar suas características. É fundamental que o Plano Diretor e o Planejamento Urbanístico da cidade sejam respeitados, pois foram concebidos com esta finalidade. Espero que o próximo prefeito leve isso em consideração em cada decisão que tomar”, conclui.


A qualidade de vida também arranca elogios de Antonio Carlos Theko. Esse, na opinião dele, é um tema que o próximo prefeito deverá continuar cuidando. “A cidade de Holambra tem uma qualidade de vida que muitas cidades da região invejam! A segurança da cidade tem que ser mantida”, exclama. Antonio também opina sobre o maior desafio do próximo prefeito. “A aérea que será prioridade é água, temos que ter uma garantia hídrica, pois uma cidade sem água é inviável”. Por fim, Antonio fala das qualidades que espera de quem vencer as eleições. “Honestidade, honra e muito trabalho”, afirma.


Se a saúde é um problema para uma parte da população, para Lonice Gastardeli Pedroso ela está em boas condições em Holambra. “Muita gente reclama, mas todas as vezes que precisei do postinho fui bem atendida, por isso espero que o próximo prefeito continue investindo na saúde”, comenta.


Ainda não dá pra saber quem será o próximo prefeito de Holambra. Mas uma coisa é certa, com opiniões diferentes, contrárias ou favoráveis, a democracia será mais uma vez exercida na cidade das flores!

Michael Harteman

27 visualizações