• Da redação

Fernando Capato e Miguel Esperança tomam posse em Holambra

Atualizado: Jan 3


“Hoje passa um filme na minha mente”, emocionado falou o novo prefeito de Holambra, Fernando Capato (PSD). Há 28 anos, no dia 1o janeiro de 1993, o pai dele, Celso Capato, assumiu pela primeira vez à Prefeitura da recém-emancipada Cidade das Flores.


Na época, Fernando estava prestes a completar seu sexto ano de vida. Passadas sete legislaturas, ele assume o posto, ocupado pelo pai, e trás o legado das conquistas do ex-prefeito Fernando Fiori de Godoy, de quem foi vice, nos últimos quatro anos.

Atendendo os protocolos de segurança devido à pandemia (Covid 19), ocorreu no fim da manhã de hoje a Cerimônia de Posse do Prefeito, vice-prefeito e vereadores da Câmara Municipal de Estância Turística de Holambra.


A solenidade foi restrita a familiares (número reduzido), autoridades da segurança pública e imprensa. A população pôde acompanhar a transmissão pela internet, principalmente pela página do Poder Legislativo no facebook.


Além de Fernando, tomou posse o vice-prefeito, Miguel Esperança (PSDB) e os nove vereadores, todos eleitos no pleito do dia 15 de novembro de 2020. A cerimônia foi presidida pelo vereador mais votado na eleição do ano passado, Janderson Adriano Ribeiro (Chiba - MDB).




A solenidade, que durou mais de duas horas, teve as bênçãos do pastor Clayton Pires Moraes e mensagem por vídeo do ex-prefeito Fernando Fiori. O evento contou com homenagens e agradecimentos aos familiares e eleitores.






Os vereadores que tomaram posse hoje foram: Chiba, Wilson Barbosa (Bigode – PTB), Hermindo Felix (PSDB), Fabiano Soares (PODE), Eduardo da Silva (Pernambuco – PSD), Oriovaldo Venturini (PSDB), Mauro Sérgio de Oliveira (Serjão – PTB), Mário Luiz Sitta (Sitta da fanfarra – PSDB) e Jesus Aparecido de Souza (Jesus da Farmácia – PSD).


Dias melhores

O prefeito empossado, Fernando Capato, salientou no início de seu discurso, a esperança de dias melhores. Parafraseando o discurso do pastor, ele ressaltou que a política é arte de

servir. Fernando Capato parabenizou os vereadores eleitos e empossados e afirmou que o novo Legislativo é formado por membros jovens e experientes, sendo que alguns participaram ativamente do processo de emancipação do Município.

O novo chefe da Administração Municipal disse que aprendeu “bastante” ao longo dos últimos quatro anos ao lado de Fernando Fiori. “Sei que teremos bastante trabalho do primeiro ao último dia de mandato”.


O prefeito, emocionado, salientou que vê o cargo como “uma missão dada por Deus”. Segundo Fernando, ele e o vice receberam uma administração como se fosse um carro com tudo em ordem, mas que vai trafegar por uma estrada desconhecida. “A nossa missão (referindo também aos vereadores) é dirigir o Município com responsabilidade e segurança”.


O gestor municipal garantiu que ausência de uma mulher no Legislativo Holambrense não significará falta de políticas públicas voltadas a elas, além de crianças e idosos. “Que Deus abençoe o nosso trabalho”, encerrou seu discurso de posse lembrando-se do emblema do brasão da bandeira de Holambra.


Redenção e reinvenção


Em seu discurso de posse, o vice-prefeito Miguel Esperança observou que seu mandato é uma forma de se redimir. Ele fez uma referência ao apoio dado há 12 anos a outro grupo político da cidade, na ocasião oposição do ex-prefeito Fernando Fiori.



Miguel disse que a cidade deu um passo atrás naquela ocasião, mas, que nos últimos oito anos, ela “saiu do caos para um horizonte”. “Temos uma luz no fim do túnel”.

O vice-prefeito não poupou elogios à administração passada e afirmou apoio aos novos legisladores. “Miguel Esperança está para somar”, ressaltou.


Ele lembrou que o desafio da atual administração, em curto prazo, é enfrentar a pandemia e voltar a normalidade, inclusive o ano letivo, atendendo os procedimentos de segurança. “Este ano teremos que reinventar [...] Reassumo o compromisso de muito trabalho para população”.

Esdras Domingues

53 visualizações0 comentário