• Da redação

Golpistas clonam WhatsApp e pedem dinheiro para contatos


Nas últimas semanas, um novo golpe tem feito vítimas na região: a clonagem do WhatsApp. O corretor de imóveis José Paulo, de Engenheiro Coelho, ficou sabendo que seu número foi clonado quando um amigo ligou para confirmar os dados da conta pra depósito. Uma vizinha também foi até a sua casa, pois achou estranho o pedido, uma vez que minutos antes estavam conversando pessoalmente.

Ele acredita que seu WhatsApp foi clonado após abrir um link após um anúncio que fez no Facebook. “Recebi um código para liberação do anúncio e acredito que naquele momento meu número foi clonado”.

A partir desse ocorrido, o corretor conta que passou a adotar alguns cuidados, principalmente no que diz respeito a códigos enviados por e-mail ou através de redes sociais. “Também configurei o WhatsApp para modo de segurança em duas etapas e reforcei a meus amigos que, caso eu precise de dinheiro emprestado ou algo do tipo, falarei pessoalmente”.


José Paulo procurou a delegacia para fazer um Boletim de Ocorrência, mas o atendente explicou que não seria possível porque ele não era a vítima do golpe: o BO deveria ser feito por pessoas que fizeram depósitos, as quais seriam as vítimas. “Como até o momento eu não havia sido lesado financeiramente, apenas quem chegou a fazer o depósito poderia fazer o BO, porque esses teriam sofrido o golpe. Na delegacia também me orientaram a desativar o aplicativo e ficar alguns dias sem usá-lo, além de avisar meus contatos pessoalmente (ou através do Facebook e email)”.


Por fim, ele reforçou que o golpe é muito simples: consiste em clonar o WhatsApp e enviar mensagens aos contatos solicitando dinheiro emprestado. “Nenhum amigo emprestou porque era no mínimo estranho, já que eu nunca havia pedido dinheiro emprestado. Então eles me ligaram antes. Teve alguns que quase fizeram o depósito, mas a conta enviada estava com dados bancários errados”. (HV)

37 visualizações