• Da redação

Holambra aguarda novos lotes de vacina para ampliar a faixa etária de imunização


Dados divulgados essa semana pelo departamento de saúde da cidade confirmam um novo óbito e 48 novos casos de Covid-19




Teve início nessa quinta-feira a aplicação da primeira dose em moradores maiores de 70 anos. As 90 doses da vacina contra a COVID-19 recebidas essa semana já foram administradas. O departamento de Saúde aguarda agora a chegada de novos lotes para ampliar a faixa etária e retomar o processo de imunização. Quem aguarda o complemento deve conferir o comprovante de imunização e verificar a data indicada para a administração.


Dados divulgados nesta quarta-feira, dia 31 de março, pelo departamento municipal de Saúde de Holambra revelam o registro de um novo óbito e 48 novos casos de Covid-19 na cidade na última semana. A vítima é uma mulher de 57 anos, moradora do bairro Jardim Flamboyant, com doenças preexistentes e que faleceu no dia 26 de março. Ela estava em um dos leitos de observação da Policlínica Municipal. Até agora 9 pessoas, no total, já morreram em Holambra em função do novo coronavírus.


O município registra, desde o início da pandemia, 1.151 casos da doença, sendo 974 considerados curados. 7 pacientes estão internados em hospitais da região e 1 permanece em leito de observação na Policlínica Municipal. 133 pessoas aguardam resultado de exames. O bairro Imigrantes lidera a quantidade de confirmações: 272. Em seguida vem o Centro com 115 e o Fundão com 104.


“O número de novas confirmações, que chegou a 72 num período de sete dias na segunda semana de março, felizmente está caindo. Não temos dúvida de que isso é resultado de um trabalho forte em diversas frentes”, explicou o diretor municipal de Saúde, Valmir Marcelo Iglecias, se referindo a medidas de enfrentamento à pandemia adotadas pela Prefeitura, como o trabalho de desinfecção de ruas, calçadas, espaços públicos - de convívio, lazer e de grande circulação de pessoas - bem como de áreas externas e internas de unidades de Saúde; e também as barreiras sanitárias e de orientação nas entradas das cidade aos finais de semana.


“O comportamento da população também tem sido fundamental, respeitando as medidas restritivas, reforçando a higiene das mãos e o distanciamento social. Não tenho dúvidas de que o trabalho precisa ser feito em conjunto”, destacou.



30 visualizações0 comentário