• Da redação

Morador de Holambra é destaque acadêmico em universidades estrangeiras

Pedro Henrique Filipini dos Santos teve incentivo de professores e amigos da E.E Ibrantina Cardona



“Nada é por acaso. Nós somos os mais interessados em construir o próprio futuro”, esse é o primeiro conselho de Pedro Henrique Filipini dos Santos se lhe perguntarem qual é o segredo do sucesso. Quem vê o acadêmico ser requisitado por diversas universidades de exterior, não imagina que ele veio de uma cidade pequena como Holambra. Com muita luta e estudo, Pedro conseguiu se destacar entre os colegas de classe e traçar um caminho na universidade cheio de conquistas e novas experiências. Conheça a história de mais um morador de Holambra que alçou voo, elevando o nome da cidade a vários cantos do mundo.

“Amo Holambra, pois, apesar de morar perto da divisa de municípios, fui criado praticamente a vida inteira na cidade”, conta Pedro. Vindo de uma família humilde, o garoto não teve outra opção além de sempre estudar em escolas municipais e estaduais, traçando um caminho acadêmico como qualquer outro. Era um aluno normal, mas muito esforçado, que só precisava de um incentivo para sonhar e se tornar um adulto bem-sucedido. “Foi graças a ajuda dos professores da Escola Estadual Ibrantina Cardona que consegui entrar na faculdade sem cursinho”, explica, depois de dois anos em que ficou estudando em casa sozinho.

O acesso fácil à internet é de grande ajuda para quem quer passar no vestibular hoje em dia. Pedro, porém, precisou contar com a doação de livros por parte dos professores do Ensino Médio e dos colegas de classe, para que conseguisse recapitular todo o conteúdo que cairia no vestibular. De acordo com ele o segredo para não desanimar mediante as dificuldades é este: “ter o dobro de foco, estudar muito, pegar provas anteriores de universidades públicas, é acreditar que apesar das chances mínimas há ainda a possibilidade de passar”.

Toda a leitura ao longo dos dois anos foi recompensada, e fez sua graduação em Ciências Econômicas pela Universidade Federal de São Paulo. “Passei pelo Exame Nacional do Ensino Médio, Enem, por meio do programa Sistema de Seleção Unificada (Sisu)”, explica. O aluno foi destaque nos quatro anos da faculdade, e ao final dela foi lhe dada a oportunidade de fazer o mestrado acadêmico em estatística.



Pedro Santos não para de crescer e está dando mais passos na vida acadêmica. “Passei no Doutorado, e estou muito animado”, comenta. O estudante ganhou bolsa nas universidades de Virginia Tech, Arizona State University, University of California - Santa Cruz, University of Texas at Austin, University of Florida, Florida State University e na USP Sáo Paulo também. Além de ficar na lista de espera de universidade Duke, Carolina do Norte. Um exemplo de como, com esforço e dedicação, os estudantes podem chegar longe.

“Eu escolhi a University of Texas, porque ela é uma Bisness School. Essa modalidade é mais focada em negócios, relacionada com a área original, que é economia. São mais aplicadas a negócios e finanças. A bolsa é muito boa e a cidade também”, explica Pedro. Ele vai trabalhar com estatística Bayesiana, que é um ramo da estatística que usa o termo probabilidade. “Acredito que usarei modelos de aprendizado estatístico aplicado à economia e finanças.



A história de Pedro é um exemplo para os jovens estudantes de Holambra. “Se for para dar um conselho, eu diria que é necessário foco, pois tudo é um processo complicado e você tem que saber que vai ser sofrido”, aconselha. “Haverão problemas, desde o estudo para a prova, o vestibular, matéria especifica ou até mesmo recursos financeiros para você se manter ou viajar. Adversidade é o que mais vai existir, mas o importante é não abaixar a cabeça e seguir em frente.”, finaliza.

0 visualização