• Da redação

Número de Infectados voltou a crescer esta semana

Com mais 27 casos, cidade chega a 382 e bairro Imigrantes segue com maior índice da doença



Holambra voltou a apresentar um aumento no número de pessoas infectadas com o novo Coronavírus esta semana: 27 novos casos, chegando ao total de 382. Desde a semana entre 27 de agosto e 3 de setembro, quando a cidade contabilizou 36 casos, é a primeira vez que o número volta a crescer: nas semanas seguintes, sempre no período de sete dias, foram confirmados 22 (entre 3 e 10 de setembro) e, na semana passada, 20 confirmações.


Segundo especialistas da região, o crescimento era esperado devido ao feriado de 7 de setembro, uma vez que milhares de brasileiros ‘fugiram’ da quarentena rumo a praias e cidades turísticas. Em Holambra não foi diferente: vários pontos turísticos apresentaram aglomerações, o que vem despertando a insatisfação dos moradores.


Dos 382 confirmados, 16 pacientes estão em isolamento domiciliar e um segue internado. Outros 362 já se recuperaram e 44 aguardam o resultado dos exames (43 em isolamento e um internado). A cidade segue com três mortes pela doença.


Bairros

O Imigrantes concentra o maior número da doença: 82 casos, sendo quatro nesta última semana. Em segundo está o Palmeiras, com 38, mas o bairro não registrou novos casos nas últimas duas semanas. Fundão e Centro completam os quatro bairros com maiores índices desde o início da pandemia em Holambra: cada um conta com 34 casos (sem registros esta semana).


Na sequência está o bairro Groot, com 32 casos, seguido por Parque dos Ipês (passou de 25 para 28), Jardim das Tulipas (21 para 24) e Jardim Flamboyant (18 para 20).


O Camanducaia está entre os bairros com maior registro esta semana, pulando de 15 para 19. Alegre está com 18 (semana passada eram 17) e Jardim Holanda passou de 10 para 12.


Os demais bairros e condomínios seguem com menos de 10 casos: condomínios Nova Holanda (de 7 para 9), Palm Park (6 para 7) e Villa de Holanda manteve o mesmo número da semana anterior (6). Borda da Mata também não teve novos casos (segue com 6), mesmo número do Vila Nova (um registro a mais esta semana). Morada das Flores (de 3 para 4) e Palha Grande (de 1 para 3) contam com os menores números da doença.

Helga Vilela

156 visualizações