• Da redação

Nota Fiscal colabora para manutenção do 'Jovem Aprendiz'

Com eventos cancelados, APB conta com aluguel de salas e lançamento das notas fiscais


Em agosto, a rotina mudava e o movimento era intenso: o salão da Associação Príncipe Bernardo (APB) se transformava em um restaurante para atender moradores, turistas e colaboradores que atuavam na Expoflora.


Este ano, apesar de aberta, a APB não contará com este rendimento. Com a Expoflora cancelada, não teve restaurante. E além de não contar com esta arrecadação, a APB também não pôde gerar um rendimento extra para dezenas de cozinheiras e auxiliares que contavam, há anos, com este ‘bico’ para reforçar o orçamento familiar nesses meses.


Além do restaurante, a APB precisou cancelar todos os eventos desde o início da quarentena: em março, um jantar em prol da entidade, que seria realizado por terceiros, estava em andamento e foi suspenso. O Bingo de Páscoa e os bazares também não foram realizados. A arrecadação de todos esses eventos era destinada à manutenção da APB e para a realização do Programa de Desenvolvimento Individual (PDI ou Projeto Jovem Aprendiz), que oferece cursos gratuitos aos adolescentes da cidade. “Este ano a APB terá que sobreviver sem o dinheiro da Expoflora, valor que fará uma grande diferença para a manutenção da entidade no próximo ano. Além da Expoflora, também não pudemos realizar outros eventos para angariar recursos. Agora é reduzir os gastos e focar no Projeto Aprendiz, pois já tivemos épocas difíceis e, graças a Deus, sobrevivemos”, reforçou a gerente administrativa da APB, Ivonete Fernandes de Almeida.


Como colaborar

Ivonete frisou que atualmente contam com o aluguel das salas e com as notas fiscais paulista que, apesar de reduzidas, “estão sendo de grande ajuda neste momento”.

Com a retomada do comércio, a entidade espera que a quantidade de notas aumente e para quem não sabe como funciona, mas quer colaborar, é muito simples: nos estabelecimentos parceiros, há uma caixa com o logotipo da APB que o consumidor poderá depositar o seu cupom fiscal (lembrando que não pode colocar o CPF para doar). Também é possível, já no estabelecimento, passar o CNPJ da APB ao pagar a conta.


Outra forma é cadastrar a entidade no site da Nota Fiscal Paulista para que ela receba as doações automaticamente (sem a necessidade de entidade pegar o cupom nas caixas para lançá-lo no sistema). Neste caso, basta entrar no site da Nota Fiscal, colocar seu CPF e senha, ir até a aba ‘Entidades’, selecionar ‘Doações de Cupons com CPF automática’, inserir o CNPJ da APB (59.022.046/0001-54) e escolher por quanto tempo deseja fazer esta doação.


Retomada

Assim como nas escolas, os cursos oferecidos pela APB foram suspensos no início da quarentena. São cerca de 200 adolescentes atendidos entre o PDI-1 e PDI-2. Esta semana, a partir da autorização de alguns pais e seguindo protocolo específico, alguns cursos foram retomados. Ivonete explicou que o objetivo é permitir aos jovens a finalização dos cursos que terão continuidade no próximo ano (nível avançado), não superlotando as salas do primeiro ano.


Porém, a APB informou que caso os jovens descumpram qualquer regra voltada ao combate do Coronavírus, poderá reavaliar a retomada de cada curso.

Helga Vilela

26 visualizações