• Da redação

Policlínica ganha mais 13 novos leitos para atendimento ao COVID-19


A Policlínica de Holambra ampliou o número de leitos voltados à observação de pacientes diagnosticados com Covid-19. Além dos seis leitos já existentes, outros 12 foram criados exclusivamente para assistência a casos positivos da doença, com suporte respiratório e de oxigênio.


O investe em insumos e ampliação de leitos para observação começou a ser feito em fevereiro. Novos equipamentos de suporte, como monitores multiparâmetros e bombas de infusão, foram adquiridos para fortalecer a estrutura de atendimento.


Segundo o prefeito de Holambra, Fernando Capato, a cidade está atenta às mudanças necessárias no enfrentamento à pandemia. “Realizamos ajustes na infraestrutura da Policlínica, que é nosso pronto-atendimento, para garantir cuidado adequado aos holambrenses diante da falta de leitos em toda a região e também do aumento no número de casos de coronavírus”, disse. “Estamos sendo extremamente cautelosos e precavidos”.


Para o diretor municipal de Saúde, Valmir Marcelo Iglecias, o trabalho durante toda a pandemia tem sido intenso e incessante no sentido de cuidar das pessoas e preservar vidas.

“Oferecemos acolhimento adequado já a partir do surgimento dos primeiros sintomas com o objetivo de garantir ao paciente tudo o que ele precisa, dentro do possível, para enfrentar o vírus, garantindo estoques de medicamento e de insumos para tratamento e internação”, disse. “Nossa equipe de profissionais da saúde tem feito um trabalho muito forte e extremamente dedicado nessa linha de frente. Merecem todo o nosso respeito e reconhecimento”.

37 visualizações0 comentário