• Da redação

Valentines Day: empresa de flores cria campanha que relaciona amor com flores

"Dia dos Namorados" americano é comemorado nesta sexta-feira (14)


Nesta sexta-feira (14) é comemorado na maior parte do mundo ou Dia de São Valentim ou Valentine’s Day. A história do Dia de São Valentim remonta a um obscuro dia de jejum tido em homenagem a São Valentim. A associação com o amor e romantismo chega depois do final da Idade Média, durante o qual o conceito de amor romântico foi formulado.

O bispo Valentim lutou contra as ordens do imperador Cláudio II, que havia proibido o casamento durante as guerras acreditando que os solteiros eram melhores combatentes. Apesar disso, continuou celebrando casamentos, apesar da proibição do imperador. A prática foi descoberta e Valentim foi preso e condenado à morte. Enquanto estava preso, muitos jovens lhe enviavam flores e bilhetes dizendo que ainda acreditavam no amor. Enquanto aguardava na prisão o cumprimento da sua sentença, ele se apaixonou pela filha cega de um carcereiro e, milagrosamente, devolveu-lhe a visão. Antes da execução, Valentim escreveu uma mensagem de adeus para ela, na qual assinava como “Seu Namorado” ou “De seu Valentim”.

No Brasil, muitas empresas também comemoram a data. A Cooperativa Veiling Holambra, por exemplo, lançou a campanha “Onde tem amor, tem flor” para este ano. Além de aquecer o mercado de flores e contribuir para o crescimento da cidade, a ação visa fazer com que as pessoas exteriorizem e valorizem as pessoas que marcam nossa vida, demonstrando através do gesto de se dar flores, o amor que não pode ser medido com palavras.

Segundo Thamara D’Angieri, gerente de Marketing e Comunicação da CVH, a vida moderna e a tecnologia transformaram nossos hábitos diários e a maneira como nos relacionamos com as pessoas, porém, presentear as pessoas com flores continua sendo atual. É algo insubstituível, e que não mudou, mesmo com tantos avanços tecnológicos.

“O mote desta campanha vem justamente reforçar essa ideia. O gesto de dar flores para alguém que temos estima, continua atual e muito significativo, pois ainda não há nada que possa substituir os sentimentos. Você pode até usar a tecnologia para adquirir as flores, mas nada substitui o que elas representam para as pessoas importantes em nossas vidas”, explica.







12 visualizações