• Da redação

Holambra comemora o Dia do Moinho


Nos dias 14 e 15 de maio, a Cidade das Flores receberá um novo evento, conhecido como Molendag, ou Dia do Moinho.


Originado nos Países Baixos, no ano de 1973, o evento surgiu para comemorar os 50 anos da Associação De Hollandsche Molen, que é responsável pela preservação, moagem e operação dos moinhos de vento e água na Holanda.



Durante séculos, os moinhos desempenharam um papel importante na drenagem das águas, processamento de matérias-primas e fabricação de produtos. Nos dias atuais, os moinhos quase não têm mais importância econômica, mas são icônicos para a Holanda e ainda atraem muita atenção.

Ao todo existem aproximadamente 1160 moinhos nos Países Baixos, dos quais 1048 são movidos por vento e 108 movidos por água. Os mais famosos estão em Zaanse Schaans, e Kinderdijk – dois complexos onde se encontram o maior número de moinhos por m2 – o primeiro com 12 unidades e o segundo, com 19, todos tombados pela Unesco.



Destas 1160 unidades, apenas alguns são explorados pelo turismo, onde é possível entrar e ver seu funcionamento. Outros não são abertos para visitação, mas funcionam moendo grãos e fabricando farinha para comercialização. Existem ainda moinhos particulares, que ficam dentro de áreas privadas, com acesso restrito aos moradores do local. A grande maioria fica fechada o ano todo, ou aberta apenas na primavera e verão, durante os finais de semana.

Sendo assim, o Dia do Moinho é uma oportunidade única que as pessoas têm de conhecer moinhos que nunca são abertos ao público. São cerca de 950 engenhos, distribuídos ao longo de todo país, interligados por rotas ciclísticas e de caminhada, que as pessoas podem conhecer nestes dois dias de evento.

Neste dia, os moleiros decoram seus moinhos com bandeiras e flores e conduzem os visitantes por uma visita guiada, fornecendo uma explicação detalhada sobre o tipo de moinho visitado e seu funcionamento. Para as crianças são organizadas atividades divertidas, envolvendo habilidades manuais, desenho e pintura.


Em Holambra


Assim como acontece em outros países, como a Alemanha e Suíça, que também possuem moinhos, Holambra decidiu participar do evento, como forma de homenagear seus imigrantes e de estimular a visitação pelos seus moradores e turistas.

Aqui, o evento acontecerá nos dias 14 e 15, das 10h da manhã, até às 17h da tarde. Ao longo do dia, as famílias poderão conversar com os moleiros, que se revezarão na tenda que será montada ao lado do moinho. É neste mesmo local que as crianças farão uma atividade artística relacionada ao nosso monumento. O evento contará, ainda, com música ao vivo e uma mostra da Exposição Cultural Fotográfica, de autoria do holambrense Jhonatas, composta por 32 imagens e dois quadros do nosso moinho, tiradas em diferentes épocas do ano.

Uma surpresa especial aguarda os primeiros 500 visitantes que subirem no moinho (a cada dia), lembrando que moradores de Holambra não pagam ingresso mediante a apresentação do Cartão Cidadão.

52 visualizações0 comentário